É importante exercitar o corpo e ocupar a mente durante o período de isolamento social. Com essa preocupação, o programa Abrindo Caminhos, da Assembleia Legislativa de Roraima, está passando atividades à distância aos alunos, para desenvolver habilidades e proporcionar diversão em casa. Além dos conteúdos das modalidades, o programa também dá dicas de filmes, histórias, livros e os pais contam com a orientação psicológica.

Atualmente há cerca de três mil alunos, de 5 a 17 anos, inscritos nas modalidades de informática, balé, coral, teatro, jiu-jítsu, violão, karatê, futebol, ginástica rítmica e jazz. Em razão da pandemia, as aulas estão suspensas seguindo as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Para o programa não parar totalmente com as atividades, os professores estão desenvolvendo atividades por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp, nos grupos de pais e alunos. No caso do balé, jazz e ginástica rítmica, os professores estão enviando vídeos ensinando passos de dança para as crianças praticarem em casa. As demais modalidades estão abordando conteúdos teóricos, com vídeos e esclarecimento das dúvidas dos pequenos.

A professora de ginastica rítmica, Escarlet Melo, busca enviar materiais diariamente para 200 alunos. Ela recentemente passou vídeos de alongamentos, e um documentário sobre a conquista da medalha de ouro do Brasil em ginástica rítmica nos Jogos Pan-Americanos, para inspirar a turma.

“O retorno é muito positivo, todos os dias recebemos agradecimentos, elogios e vídeos dos alunos executando as atividades propostas ao longo do dia. A criança, ao fazer os exercícios físicos em casa, fortalece o sistema imunológico, alivia o estresse e a energia que estão acumulando em casa”, disse.

Assim como o Abrindo Caminhos deseja estar perto dos alunos, eles também estão com saudades. A adolescente Gabrielle Gomes, de 13 anos, está ansiosa pelo retorno das aulas de ginástica rítmica. Mas por enquanto, ela se diverte com os exercícios repassados pela professora pelo celular. “Estou há dois anos no programa Abrindo Caminhos, gosto muito das aulas. Nesse período de isolamento, estou tendo aulas a distância, está sendo muito legal, mas não vejo a hora de voltar.”

A diretora do programa, Viviane Lima, explica que essa iniciativa busca para manter o contato com as famílias, além de cuidar da saúde mental dos pequenos durante o isolamento social. “O programa Abrindo Caminhos busca fazer o possível para ajudar a vencer esses dias de isolamento. Logo estaremos juntos, para seguir o nosso caminho, pois ainda temos muitas coisas para fazer nesse ano, e tenho certeza que tudo vai dar certo.”

Texto: Vanessa Brito

Foto: Reprodução

SupCom ALE-RR