Conheça as exposições da Assembleia Legislativa de Roraima:

Nossa História 30 Anos

Espaço cultural Maria Luiza Vieira Campos

A Assembleia Legislativa de Roraima destinou, por meio da Resolução nº 049/2021, um espaço para prestigiar as manifestações culturais. O Espaço Cultural Maria Luiza Vieira Campos, localizado no hall da Assembleia Legislativa, é reservado a realização de eventos de cunho educativo, cultural, artístico e científico.

MALU CAMPOS – MARIA LUIZA VIEIRA CAMPOS

Deputada Estadual

3ª Legislatura (1999-2002)

4ª Legislatura (2003 a 2006)

Nascida em Alenquer-PA, veio criança para Boa Vista. Com o apoio do marido, José Amadeu Ribeiro Campos, teve contato com a política e dedicou-se às causas sociais. Formada em História pela Universidade Federal de Santa Maria-RS, professora, escritora, cantora, membro da Academia Roraimense de Letras e do Conselho de Cultura foi uma das fundadoras do Sindicato dos Artesãos de Roraima, e vice-presidente da FIER e Conselheira do SESI-RR. Em 1992, candidatou-se à Câmara Municipal de Boa Vista, chegando a suplência com pouco mais de 400 votos. Voltou a se candidatar em 1996, sendo a vereadora mais votada do PPB. Em 1998 disputou uma vaga na Assembleia Legislativa de Roraima, ficando na primeira suplência com 1.290 votos. Assumiu a vaga deixada por Henrique Machado que renunciou para compor o Tribunal de Contas do Estado. No Parlamento, apoio e incentivou vários artistas locais. Faleceu no dia 27 de abril de 2018.

Notícias

AGOSTO LILÁS
Chame faz quase 60 atendimentos em mês de campanha pelo fim da violência contra a mulher

Centro Humanitário acolhe vítimas de violência doméstica e familiar em Roraima

ACOLHIMENTO E PREVENÇÃO
Assembleia Legislativa atua para reduzir casos de violência doméstica e familiar

Segundo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, total de lesões corporais dolosas no ambiente familiar quase dobrou em Boa Vista

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR
CHAME ministra palestra para alunos do curso de formação da Polícia Militar

PM é uma das parceiras da instituição e é bastante solicitada quando alguma vítima entra e, contato pelo ZapChame

SUL DO ESTADO
CHAME de Rorainópolis está de portas abertas para acolher mulheres

Procura ainda é tímida e equipe pede mais encorajamento para romper ciclos de violência

‘16 DIAS DE ATIVISMO’
Assembleia Legislativa faz panfletagem em Boa Vista pelo fim da violência contra mulher

Segundo dados do CHAME, mais de 600 atendimentos foram registrados em 2021; equipe multidisciplinar do órgão acolhe vítimas

VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA
CHAME está de portas abertas para atendimento presencial e virtual

Desde abril, foram 472 atendidas pelo órgão da Assembleia Legislativa