Durante o período de pandemia do covid-19, os profissionais de saúde que trabalham na linha de frente precisam enfrentar o medo e a insegurança para prestarem o atendimento necessário à população. Diante desse cenário, durante a sessão plenária remota realizada nesta terça (12), conduzida pelo presidente da Casa, deputado Jalser Renier (SD), os deputados aprovaram o projeto de lei que propõe a criação da Linha de Apoio aos Profissionais da Saúde (LAPS), pelo Estado.

Proposto pelo deputado Renan Filho (Republicanos), o LAPS poderá proporcionar o acolhimento e suporte emocional aos profissionais e suas famílias, com total sigilo. Ele justificou que durante o período de distanciamento social, os enfermeiros e médicos precisam lidar também com a saudade dos entes queridos e outros problemas como o estresse devido à sobrecarga de trabalho e insônia.

 

A ideia é que seja mantido um profissional especializado de plantão para atender os profissionais que indicarem que necessitam de apoio psicológico. “A proteção dos profissionais de saúde é uma medida de saúde pública fundamental para que eles possam continuar cuidando da população”, destacou o deputado.

Agosto Dourado

Pensando ainda em saúde pública, os parlamentares aprovaram o projeto de lei proposto pela deputada Angela Águida Portella (PP) que institui o Dia Estadual do Aleitamento Materno, no dia 1º de agosto. O projeto propõe também a realização anual de atividades que estimulem o aleitamento durante do mês, batizado “Agosto Dourado”.

O leite é o principal alimento da criança nos primeiros 6 meses de vida. Conforme dados da Organização Mundial da Saúde, o aleitamento materno auxilia no desenvolvimento físico, psíquico e intelectual da criança. Além disso traz benefícios a longo prazo para as mulheres como a proteção contra o câncer de mama e ovário. As ações poderão ser desenvolvidas em parceria entre os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário.

As duas propostas seguem para análise do Governo do Estado, que poderá vetar ou sancionar as proposições aprovadas pelo Legislativo.

Texto: Sueda Marinho

Foto: Tiago Orihuela / Arquivo SupCom ALE-RR

SupCom ALE-RR