Pular para o conteúdo

DE FORMA HÍBRIDA Assembleia faz audiência pública para debater saúde mental e prevenção do suicídio

Impactos da pandemia de covid-19 na saúde mental da população e as ações voltadas para a prevenção do suicídio em Roraima são o tema de uma audiência pública promovida pela Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), nesta sexta-feira (10), às 15h, no Plenário Noêmia Bastos Amazônia. No formato híbrido – virtual e presencial –, o evento será transmitido ao vivo pela TV Assembleia (canal 57.3) e a população poderá participar por meio das redes sociais (@assembleiarr).

Mediado pelo deputado Evangelista Siqueira (PT), o debate com especialistas, autoridades governamentais e representantes da sociedade civil é mais uma iniciativa da Casa em alusão ao Setembro Amarelo, mês dedicado à prevenção e as ações de sensibilização ao suicídio.

A partir da Lei nº 1.065/2016, proposta por Siqueira, que criou a “Semana Estadual de Valorização da Vida e Prevenção ao Suicídio”, comemorado, anualmente, na semana que compreende o 10 de setembro – Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, data instituída pela OMS (Organização Mundial da Saúde) -, o Legislativo roraimense passou a ter programação específica para conscientizar a sociedade sobre esse grave problema de saúde pública.

De acordo com o deputado, desde que a lei entrou em vigor, ocorreram três audiências públicas (2017, 2018 e 2019). “São momentos de discussão livre com a sociedade, com a presença do governo, de entidades civis, sociais e profissionais da medicina que fazem alertas acerca do assunto. Além disso, são feitos os encaminhamentos que surgem a partir da discussão com o público”, disse.

Em 2019, de acordo com boletim do Ministério da Saúde, Roraima ocupou o segundo lugar no ranking nacional de pessoas que cometeram suicídio, proporcionalmente. Em uma década, entre 2007 e 2017, 7% dos casos no país aconteceram no Estado.

“O objetivo do Setembro Amarela é discutir o suicídio de forma ampla na sociedade, as causas, sobretudo, mecanismos de prevenção. Infelizmente, Roraima ainda ocupa os primeiros lugares nacionais no ranking de morte por suicídio. Isso é extremamente preocupante. Precisamos falar sobre este problema e de políticas públicas efetivas”, argumentou o parlamentar ao defender a o debate.

Para Elizabete Brito, coordenadora do Centro de Valorização da Vida (CVV), – organização não governamental que presta apoio emocional gratuito por meio do telefone 188, e-mail e chat 24 horas todos os dias –, as discussões públicas ajudam a humanizar e a quebrar o estigma social a respeito do assunto.

“Falar sobre o suicídio sempre foi e continua sendo um grande tabu. Muitas pessoas veem o suicida como um fracassado, acha que é fraqueza. E a campanha vem pra prevenir o suicídio, pois 90% dos casos, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, podem ser prevenidos. E como pode ser prevenido? É fazendo eventos como esse falando sobre a prevenção, buscando alertar a população sobre essa realidade”, comenta a coordenadora.

A prevenção passa pelo diagnóstico e tratamento das doenças mentais. Dados da Associação Brasileira de Psiquiatria estimam que 96,8% dos casos estão relacionados a transtornos mentais, sendo a depressão a doença mais associada ao suicídio, além dos transtornos psicóticos, de personalidade, de ansiedade e do abuso de substâncias, especialmente, álcool e drogas.

Até o momento, confirmaram presença na audiência pública os representantes da Secretaria de Estado da Educação e Desporto (SEED), Maria de Nazaré Sicsú Silva; do Conselho Regional de Psicologia Secção Roraima, Rosimar da Silva Bezerra Arakaki; a presidente do Conselho Regional de Enfermagem de Roraima, Janimere Soares da Silva; a diretora do Departamento de Políticas de Saúde Mental da Sesau, Sofia Maria Salomão; a coordenadora do Centro de Valorização da Vida, Elizabete Brito; o bispo da Diocese de Roraima, Dom Mário Antônio; Casa do Pai – Associação Programa de Amor Incondicional; Projeto Casa Morada de Deus; Ordem Estadual dos Ministros Evangélicos de Roraima; Pastoral da Juventude – Diocese de Roraima e Comissão Especial de Liberdade Religiosa da OAB RR.

Programação Setembro Amarelo

No dia 16, haverá a live sobre cyberbulling, às 19h, com transmissão pela TV Assembleia (57.3) e redes sociais (@assembleiarr), mediada pelo deputado Evangelista Siqueira (PT).

Dia 23, acontece uma live com a temática Setembro Amarelo, a partir das 19h, com transmissão pela TV Assembleia (57.3) e redes sociais (@assembleiarr), mediada pela deputada Catarina Guerra (SD).

Em 27 de setembro, a deputada Yonny Pedroso (SD) promove um workshop, com horário ainda a ser definido.

No dia 30, encerramento da campanha “Todos Juntos pela Vida”, com caminhada pela Praça do Centro Cívico, a partir das 17h.

Texto: Suellen Gurgel

Foto: Jader Souza

SupCom ALE-RR

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0