“Esse serviço é para facilitar a vida do contribuinte”, disse o parlamentar Chico Mozart.

O deputado Chico Mozart (PRP) fez seis indicações ao Executivo, sendo duas de cunho social e quatro na área de infraestrutura. Os pedidos sendo atendidos, irão facilitar a vida de cidadãos que precisam dos serviços do Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito) e do IML (Instituto Médico Legal), além de moradores do município de Mucajaí, a 55 km de Boa Vista, que vivem na região do Apiaú e do Tamandaré.

O deputado sugeriu ao Executivo que implante no Detran-RR e no IML os serviços cartoriais. No órgão de trânsito a finalidade é facilitar o desembaraçamento de documentação relativa à compra e venda de veículos. Enquanto que no IML é para a emissão de certidão de óbito.

“Esse serviço é para facilitar a vida do contribuinte que vai ao Detran pedir um documento, e muitas vezes tem que voltar no cartório e depois retornar ao Detran. Acredito que o reconhecimento da assinatura feita em um posto avançado do cartório no Detran facilitará a vida das pessoas. O serviço cartorial implantado no IML será também importante, principalmente para as pessoas que vem do interior, que além de estarem fragilizadas pela perda de um ente querido, muitos não sabem o endereço do cartório”, explicou.

Por conta do inverno, o parlamentar sugeriu ao Executivo que realize a operação tapa buraco na rodovia estadual 325, conhecida como a Vicinal Tronco. “Os moradores, principalmente os produtores que usam a rodovia, estão tendo grandes prejuízos por causa das péssimas condições da rodovia, que se agravou com o inverno rigoroso”, justificou Chico Mozart.

Nas vicinais 02 e 05 do Apiaú o parlamentar solicitou que o Governo recupere duas pontes de madeira, de forma a prevenir para que não atrapalhe o calendário escolar naquela região. É que essas pontes são essenciais no tráfego dos ônibus escolares, assim como no escoamento da produção dos agricultores. A mesma situação se aplica às pontes localizadas ao longo da vicinal Ipiranga, na região do Tamandaré,

“Estive no município de Mucajaí e as pessoas nessas localidades estão tendo sérias dificuldades por conta das estradas e das pontes. Por isso fiz essas indicações para que sejam reestruturadas as pontes de madeira, porque os produtores e pecuaristas têm dificuldades para escoar a produção. O tráfego de veículos está sendo difícil e a insegurança aumenta com a condição precária das pontes”, disse.

Por Marilena Freitas

SupCom/ALE-RR