Pular para o conteúdo

Jalser volta a presidir sessões e diz que o Estado precisa da união de todos

O deputado Jalser Renier, ressaltou que por acreditar numa decisão favorável, resistiu às intemperes e preferiu mostrar um trabalho diferenciado.

O deputado Jalser Renier (SD) voltou a presidir as sessões da Assembleia Legislativa do Estado de Roraima na manhã desta terça-feira, 29. Ele subiu à tribuna e fez uma breve retrospectiva da sua vida política e da recente vitória que obteve junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), que por unanimidade anulou o processo ao qual respondia. As galerias e o plenário da Casa ficaram lotados de amigos, familiares e políticos que vieram prestigiar o discurso.

“Esse é um momento especial para mim e para todas as pessoas que acreditaram na minha inocência. É um passo de muitos outros passos para melhorar ainda mais este Estado, que precisa de oportunidade e condição, de união para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Por ser pequeno, com união de todos poderemos melhorar a vida de todo mundo”, disse, ao ressaltar o apoio dos amigos como o senador Romero Jucá (PMDB) e os parlamentares que integram o G14.

Ele falou dos “altos e baixos” que experimentou na vida política e salientou que tudo serviu de aprendizado e fortaleceu sua vida pública. Segundo Jalser, as quedas foram necessárias para reorganizar os pensamentos e reestruturar sua vida. “A decisão do Supremo foi uma alegria imensa, porque durante 16 anos passamos por momentos extremamente difíceis, e agora, de uma hora para outra, resolver tudo subitamente, é uma alegria. Nunca perdi a fé na Justiça brasileira”, complementou.

Ao discursar na tribuna, Jalser ressaltou que por acreditar numa decisão favorável, resistiu às intemperes e preferiu mostrar um trabalho diferenciado, para que as pessoas entendessem o direito que lhe fora dado por meio do voto direto, o mandato, como quinto deputado estadual mais votado na atual legislatura.

Ele voltou a salientar que deixou a presidência por respeito à Justiça e que muito aprendeu ao assumir o papel espectador. “Quando saí do alvo, observei ao meu redor o quanto precisamos aprender e entender as dificuldades que vivemos e jamais se abater, sofrer, porque nada está perdido. Quando você se queixa da vida, se sente desprotegido, imagine que, naquele momento, tem sempre pessoas vivendo situações piores. Por isso não poderia me render, porque meu abalo era sentimental, mas não era na minha saúde”, afirmou.

Desafios – Jalser Renier também falou sobre os novos desafios que precisam ser enfrentados de frente para que o Estado volte a respirar, crescer e se desenvolver economicamente. “Precisamos agora nos unir em uma causa própria. Temos desafios grandes como a causa energética que precisa ser encarada de frente, a migração venezuelana, investir em projetos que melhorem a qualidade de vida das pessoas. Isso será feito com a união de todos, da Assembleia, das prefeituras, inclusive a da Capital. Precisamos estar compactados para que o Estado não padeça de sofrimento por instituições que não representam a sociedade roraimense”, afirmou.

Por Marilena Freitas

SupCom/ALE-RR

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0