Pular para o conteúdo

Programas desenvolvidos pela Assembleia Legislativa são apresentados na exposição da Ala 7

Os projetos desenvolvidos pela Assembleia Legislativa do Estado de Roraima (ALERR) foram apresentados durante o evento promovido pela Ala 7, antiga Base Aérea de Boa Vista, que abriu os portões para que a comunidade roraimense conheça às atividades da Força Aérea Brasileira (FAB) em Roraima e na Amazônia, que nesta segunda-feira, 30, completará 33 anos de instalação no Estado.

A Ala 7 além de apresentar à população o trabalho inerente à FAB, com exposições de vários equipamentos, também está realizando as ações sociais voltadas para a saúde, lazer e cidadania. É neste contexto que a Assembleia foi convidada par apresentar os programas executados pelo Poder Legislativo, e orientar as pessoas a como proceder com relação aos casos envolvendo violência doméstica, tráfico de pessoas e violação aos direitos do consumidor. Apresentou ainda as atividades do Abrindo Caminhos, que oferece aulas de jiu-jiutsu, ginástica rítmica, balé, futebol, coral, música e cursos de idiomas.

“Recebemos o convite e estamos aqui com todos os nossos programas como o Abrindo Caminho, o Procon Assembleia, Cine Ale Cidadania, Chame (Centro de Apoio à Mulher) e o Fiscaliza Roraima, com o intuito de mostrar para comunidade o trabalho que desenvolvemos na Assembleia. A Mesa Diretora que está hoje à frente da Assembleia tem o intuito de estar muito junto da comunidade”, explicou Eumaria Aguiar, diretora do Procon Assembleia. O Núcleo de Tráfico de Pessoas da Procuradoria Especial da Mulher levou a caixa small jail box (que ilustra a prisão das mulheres vítimas do tráfico), além de folders.

O coronel aviador da Ala 7, Eric Breviglieri, ressaltou que essa parceria também faz parte do papel social da FAB. “A Força Aérea tem consciência do seu papel social então estamos realizando também diversas ações cívicas-sociais com a parceria de órgãos municipais, estaduais e da Assembleia Legislativa. É um evento para a família para comemorar o Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira, que coincide com os 33 anos da FAB no Estado”, disse o coronel aviador.

O biólogo Anderson Rocha aprovou a ideia do Fiscaliza Roraima, um dos mais jovens projetos da Assembleia que tem como finalidade recepcionar denúncias da comunidade com relação às atividades executadas pelos demais poderes como, por exemplo, mau funcionamento do serviço de saúde, saneamento básico, asfalto e etc.

“É interessante conhecer, por ocasião dos portões abertos da Base Aérea, outras ações desenvolvidas lá fora, por outros órgãos, como o Fiscaliza Roraima. Sempre me perguntei a quem denunciar uma praça que está danificada, uma rodovia ou rua mal conservada, com buracos, para que possa ser providenciado o conserto. Não sabia onde procurar, mas aqui me informaram sobre o Fiscaliza Roraima e achei muito legal”, disse Rocha.

A doceira Elisângela Brandão está em Roraima a dois anos e meio. Depois de conhecer as ações da Assembleia vai aproveitar para matricular os filhos no Abrindo Caminhos. “Já havia visto na TV, mas não sabia como fazia para ter acesso. Hoje eu conheci melhor e como tenho dois filhos, vou ver se eles têm interesse nas atividades, porque eu achei bem interessante”, contou.

A coordenadora do Abrindo Caminhos, Viviane Lima, além de apresentar à população como funciona o programa, levou para o evento uma pequena demonstração do trabalho desenvolvido. “Estamos informando onde as pessoas devem nos procurar e quais documentos precisam apresentar na hora da inscrição. Trouxemos também um pouco de brincadeira e nossas palhaças que fazem a alegria das crianças”, disse Viviane.

Marilena Freitas

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0