As alunas da ginástica rítmica do programa Abrindo Caminho, da Assembleia Legislativa do Estado de Roraima (ALERR) participaram neste sábado, 28, no Ginásio Senador Hélio Campos, do 1º Torneio de Jovens Promessas da Ginástica Rítmica de 2017, um evento promovido pela Federação de Ginástica de Roraima em parceria com Centro de Excelência Caixa. Esse é o segundo campeonato que elas participam nas categorias pré-infantil e infantil.

A professora Iraima Carvalho Bríglia disse que por ser a segunda competição as meninas estavam mais bem preparadas. “Elas sabem onde foi que erraram na primeira vez, e agora se prepararam melhor. Nossa expectativa é sempre a melhor, mas o que vale é competir e isso elas fizeram muito bem. E todas elas, inclusive as que não estão competindo hoje, a cada dia melhoram o desempenho e estão crescendo com relação à disciplina e à postura”, disse.

Das quatro ginastas que participaram da competição, Letícia Nicole Nascimento Oliveira, 9 anos, representava a ginástica rítmica do Núcleo da Assembleia Legislativa no município de Alto Alegre, localizado a 96 quilômetros de Boa Vista. “Minha família me disse para eu ter coragem, esquecer o medo e ganhar a medalha. Estou muito feliz com a medalha de participação, pelo menos eu competi e ganhei alguma coisa”, comentou.

A mãe da Leticía, a comerciante Lesiana Souza do Nascimento, estava feliz com a participação da filha. “É uma satisfação muito grande, e se ela quiser seguir carreira eu vou apoiar. Desde pequena ela tinha vontade de fazer ginástica rítmica, mas somente agora realizamos o sonho dela com o apoio do Abrindo Caminhos, um programa muito bom, que está orientando e tirando as crianças do mau caminho”, comentou, ao salientar que no interior é comum as crianças não terem oportunidade.

A ginasta Camilly Vitória dos Santos, 11 anos, já havia enfrentado um campeonato este ano, portanto menos ansiosa. “Hoje estou muito emocionada, mas mais tranquila porque me preparei bastante”, disse, ao relatar que depois de entrar no programa Abrindo Caminhos passou a ser mais esforçada na escola, tendo como resultado notas melhores. “Agora eu só tiro 10”, afirmou.

O programa Abrindo Caminhos começou no final de 2016 e foi idealizado pelo presidente da Assembleia, deputado Jalser Renier (SD), e oferece atividade extracurricular voltada para a educação, cultura, esporte e lazer, com aulas de balé, teatro, coral, inglês, espanhol, violão, futebol, jiu-jitsu.

Marilena Freitas