Após as festas de final de ano, a preocupação para muitos pais, a partir de janeiro do ano que vem, será a compra de material escolar para os filhos. Para facilitar esse processo de escolha, o Procon Assembleia, realizou um levantamento de preço referente a listas de material escolar realizado em quatro papelarias na Capital.

Os interessados em conhecer o conteúdo da listagem, bem como saber sobre quais tipos de material informado e local de consulta, podem acessar o site da Assembleia Legislativa (https://al.rr.leg.br/…/2017/12/material_escolar_alerr.pdf)  ou procurar a sede do Procon Assembleia, localizada na rua Agnelo Bittencourt, nº 216, no Centro da cidade.

Nas empresas consultadas pelo órgão de Defesa do Consumidor, a equipe técnica registrou preços aplicados em cadernos, agendas, lápis de cor, tesouras, apontador, brinquedos educativos, giz de cera, garrafinhas, colas em geral, pastas, pincéis, entre outros. Para um apontador simples, por exemplo, o menor preço é de R$ 0,25, enquanto o mesmo produto custa R$ 0,89 em outro estabelecimento.

A diretora do Procon Assembleia, Eumaria Aguiar, explica que a instituição tem o papel de informar aos consumidores sobre opções de compra, direitos e deveres perante o Código de Defesa do Consumidor (CDC). “Foi feito um levantamento de material escolar para que os consumidores pudessem escolher, de forma básica, tudo aquilo que é necessário e com valores”, complementou. Destaca ainda para a importância de se pesquisar antes de efetuar qualquer compra, como maneira de economizar dinheiro.

“É necessário que o consumidor faça essa pesquisa o quanto antes. Ele vai economizar porque quando vai chegando perto do início das aulas, a procura aumenta então os preços se elevam. Foi por isso que o Procon Assembleia teve essa preocupação”, informou a diretora.

Outro ponto abordado por Eumaria está relacionado a lista disponibilizada pelas escolas na hora da matrícula ou renovação. Os pais precisam se atentar ao que é de uso individual da criança e não adquirir itens para uso coletivo da escola ou estudantes. O levantamento de preços realizado pelo Procon Assembleia levou em consideração pedidos feitos desde os anos iniciais de ensino, como maternal, até o quinto ano do ensino Fundamental.

Mesmo com a lista disponibilizada no site do Poder Legislativo, a diretora esclarece que o Procon Assembleia estará a disposição, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h, para esclarecimentos e orientações aos pais. Dúvidas podem ser sanadas pelos telefones 8402-6594 ou 4009-4820/4822/4823/4824 ou 4826.

Por Yasmin Guedes

SupCom/ALE-RR