Foto: SupCom ALERR

Fechar a torneira enquanto escova os dentes, apagar as luzes ao sair de um ambiente, jogar o lixo em local adequado e/ou separar de maneira seletiva, são ações de preservação do meio ambiente. Estas informações foram incentivadas aos alunos do programa Abrindo Caminhos, da Assembleia Legislativa de Roraima, nesta terça-feira (5), no bairro Cambará, zona Oeste da capital.

Em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, data celebrada anualmente no dia 5 de junho, aproximadamente 200 crianças e adolescentes do programa acompanharam palestras nos períodos da manhã e da tarde. Ao final, todos receberam mudas de plantas ornamentais e nativas da região.

Aos 14 anos, o atleta de Jiu-Jitsu, Rodrigo Barbosa, acompanhou a palestra do início ao fim e acrescentou: “Sabemos que o meio ambiente está em todo lugar que ocupa espaço e tempo. Aprendemos a não jogar lixo e ter a consciência limpa”, resumiu o adolescente ao reforçar que o conteúdo ensinado já era aplicado por ele no dia a dia.

Tímida, a aluna de Balé, Celine Cauane, de 5 anos, estava na primeira fila e, mesmo com poucas palavras, descreveu o que mais achou importante neste evento. “Tem que jogar o lixo na lixeira. Quando escovar os dentes tem que desligar a água e tem que desligar a televisão quando sair da sala”, complementou.

O foco da palestra ministrada pela analista ambiental da Assembleia Legislativa, Atyles Paiva, foi o consumo infantil consciente. Com o tema ‘Preservar para Viver Melhor’, a ideia foi mostrar ao público as diferentes formas de preservação, seja em casa ou na rua. “O caminho para desenvolver hábitos sustentáveis é esse, com ações desde a infância, desde cedo instigando as crianças a preservar o meio ambiente e falando de como as suas ações podem impactar no coletivo também”, acrescentou.

Para a coordenadora do Abrindo Caminhos, Viviane Lima, é essencial acrescentar estes tipos de informação a essas pessoas em fase de formação crítica. “Hoje, tanto na palestra da manhã quanto na da tarde, mostramos as formas de economizar energia, de se cuidar, de separar o lixo, de não jogar o lixo em qualquer lugar, de cuidar das plantas, com os animais”, falou. Segundo ela, todos os alunos participam, tiram dúvidas e são atenciosos aos conteúdos apresentados nas palestras.

Yasmin Guedes

SupCom ALERR