Foto: SupCom ALERR

Quatro alunos da Escola do Legislativo – Cursos Preparatórios, da Unidade Silvio Botelho, foram aprovados no concurso público da Setrabes (Secretaria Estadual do Trabalho e Bem Estar Social). Os cursos são ofertados gratuitamente para a população, incluindo o material didático, contribuindo para o sucesso daqueles que almejam a tão sonhada estabilidade profissional.

Entre os aprovados está a candidata Juliana Altoé, aprovada para o cargo de agente sócio-geriátrico. Para conquistar este feito, ela elaborou um plano de matérias e abdicou até mesmo do emprego em uma empresa privada para se dedicar completamente aos estudos. Foi neste momento que ela conheceu a Escola do Legislativo – Cursos Preparatórios e procurou apoio especializado para os conteúdos que ela mais tinha dificuldades, como noções em Direito.

“Com essa ajuda eu consegui direcionar meus estudos de uma forma correta para continuar o aprendizado em casa. As aulas foram ótimas, mas também é preciso empenho do estudante”, disse. Foram cerca de 30 dias de aulas na Unidade de Ensino do Poder Legislativo.

Segundo ela, participar de um cursinho preparatório garante uma visão mais correta e centrada em relação aos estudos. E quando é esse auxílio é gratuito, facilita ainda mais a vida daqueles que não têm condições de pagar por aulas particulares. “Eu pedi demissão justamente para estudar e isso dificultou as condições financeiras. Daí apareceu a oportunidade da Escola [do Legislativo], fui lá me matriculei e consegui estudar lá e em casa, o que foi fundamental para a fixação do conteúdo”, contou.

Juliana garantiu que, enquanto aguarda a convocação, a caminhada não parou, pois almeja outros concursos públicos. Para isso, ela irá continuar com os estudos pela Escola do Legislativo.

O concurso público da Setrabes ofertou 73 vagas para os níveis médio e superior nas áreas de agentes sócio-geriátrico e sócio-orientador, administrador, contador e sociólogo. A prova foi realizada em abril deste ano, aplicada pela Uerr (Universidade Estadual de Roraima).

Yasmin Guedes

SupCom ALERR