Pular para o conteúdo

Núcleo tira dúvidas sobre participação de mulheres na política

Objetivo é incentivar mulheres não apenas a se filiarem, mas participarem ativamente da elaboração de políticas públicas

A representatividade feminina na política ainda é baixa. Pela falta de informação, muitas mulheres não almejam ocupar cargos de poder, ser eleitas ou tomar decisões políticas. O Núcleo de Mulheres na Política, da Procuradoria Especial da Mulher, foi criado para tentar mudar esta realidade e incentivar esse público a participar do parlamento, executando políticas públicas voltadas ao gênero.

O núcleo já está disponível para atendimentos, principalmente com esclarecimento de dúvidas sobre política. No local, essas mulheres são recebidas por uma equipe formada por advogados, assistentes sociais, psicólogos, entre outros profissionais.

De acordo com a coordenadora do núcleo, Bruna Silveira, a ideia é mostrar às mulheres que elas podem – e devem – participar ativamente na tomada de decisões. “Vamos capacitá-las para que saibam a diferença de coligação e partido, o que é a política propriamente dita e como elas podem participar”.

O núcleo tem em sua programação uma série de visitas. “No início de julho, nós visitaremos bairros, associações e casas, para que as mulheres entendam, por meio das nossas abordagens, o que é a política e façam parte”, destacou a coordenadora.

Interior do Estado e comunidades indígenas

A partir do segundo semestre, os atendimentos se estenderão aos municípios e comunidades indígenas. Palestras, oficinas de maquiagem e cortes de cabelo também serão desenvolvidos como uma forma de contribuir para o empoderamento do público feminino.

De acordo com Bruna, a proposta do núcleo é que as mulheres entendam que independente da sua função na sociedade, elas podem participar e ir em busca de seus direitos por meio da política. “Temos que mostrar a elas que são capazes de entrar na política sendo mães, donas de casa, esposas e empoderadas”, ressaltou.

O Núcleo de Mulheres na Política funciona das 8h às 18h, no prédio da Procuradoria Especial da Mulher, localizado na avenida Ville Roy, nº 5717, no Centro.

Texto: Jéssica Sampaio

Foto: Alex Paiva

SupCom ALE-RR

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0