Eles assumem a postura de pais novamente e dedicam-se a ajudar no desenvolvimento dos pequenos no programa da Assembleia Legislativa

Nesta sexta-feira (26) é celebrado o Dia dos Avós, em referência aos pais de Maria, mãe de Jesus, canonizados pela igreja católica em 1584. É comum as pessoas brincarem que os avós são pais duas vezes, e para a dona Ivonete Brasil, de 49 anos, isso é uma verdade. Apesar da pouca idade, ela já tem cinco netos, e Arthur Felipe, de 5 anos, que mora com ela, virou seu “xodó”.

Arthur faz aulas de jiu-jítsu, modalidade ofertada pelo Abrindo Caminhos, programa da Assembleia Legislativa. Duas vezes por semana, Ivonete Brasil acompanha o neto nos treinos. “Ele chegou tímido, calado, se achava o menor da turma, e realmente era, mas logo em seguida começou a interagir com os colegas e hoje é o mais desinibido.”

O pequeno conta sobre a rotina, e como se sente em relação ao esporte. “A vovó me traz para cá [para o Abrindo Caminhos] e eu amo muito ela. Já sou um lutador”, disse ele.

Com 75 anos, Silvandes Brito também se dedica em ajudar a neta a se desenvolver. É ele quem a leva para todas as atividades que ela pratica. “Trago aqui para o Abrindo Caminhos, para a igreja e para o colégio. Com essa rotina eu só paro a noite,” disse ele, ao contar que apesar da rotina puxada, para ele é gratificante. “É um presente muito grande que eu recebi na minha vida.”

Todo o esforço do avô é apreciado pela neta, Rayna Brito, de 10 anos. Ela participa do coral, também ofertado pelo Abrindo Caminhos. “Ele me dá carinho, a presença dele, o amor, ele faz tudo por mim. Se ele não estivesse aqui comigo eu não faria parte desse mundo.”

A diretora do programa Abrindo Caminhos, Viviane Lima, enfatizou que o envolvimento família favorece o desenvolvimento das crianças. “Nós insistimos que é importante essa participação, que a família esteja realmente interligada conosco para que o resultado final do que é aplicado aqui seja positivo.”

Texto: Bárbara Araújo

Foto: Eduardo Andrade