O Procon Assembleia realizou nessa sexta-feira (26), uma ação em Caracaraí, a 170 quilômetros da capital, em parceria com a Roraima Energia (empresa responsável pelo fornecimento de energia elétrica no Estado) e a Anatel (Agencia Nacional de Telefonia). As orientações foram feitas no Núcleo da Assembleia Legislativa no município. A equipe realizou ainda a adesivação e panfletagem em estabelecimentos comerciais.

“Fizemos uma pesquisa e constatamos que a maior demanda é de telefonia e energia, estamos aqui com o intuito de resolver isso”, explicou a diretora do Procon Assembleia, Eumária Aguiar.

Raimundo Barroso aproveitou a oportunidade para tentar resolver um problema junto a Roraima Energia. Acostumado a pagar a mesma quantia, se surpreendeu quando recebeu uma conta de mais de R$1 mil reais. “A minha energia está cortada por conta de preços abusivos. De R$ 200,00 reais meu consumo veio mais de R$1 mil reais. Estou aqui para procurar um meio de resolver isso.”

Ele já havia procurado a sede da empresa no município, onde foi orientado que deveria parcelar as contas atrasadas, que por conta do valor não foram pagas. “Eu não tenho como parcelar, juntando tudo, a conta da minha energia cortada dá mais de dois mil e poucos reais”. Para ele, ações como essa trazem mais informação e benefício para as pessoas que não sabem como procurar ajuda.

Zenalva Alves, ouvidora da Roraima Energia, explicou que foram dadas as orientações necessárias para que Raimundo conseguisse se regularizar com a empresa. “Esse trabalho itinerante fora do município de Boa Vista é a primeira vez que fazemos em parceria com o Procon Assembleia. Para a empresa é uma grande oportunidade de estarmos juntos para atender nosso consumidor”.

Parcelamento de dívidas, solicitação de serviço e questionamentos sobre a taxa de iluminação pública foram as principais queixas dos consumidores, como explicou a ouvidora. Além disso, ela apontou que a população desconhece algumas informações que poderiam facilitar o atendimento. “Muitos dos nossos clientes não sabem que se ficarem sem energia à noite ou no sábado podem entrar em contato pelo 0800 7019 120, de forma gratuita. Nós trabalhamos 24 horas”.

Os consumidores também puderam tirar dúvidas sobre outros problemas não relacionados à energia e telefonia. O mototaxista, Cledemir Pacheco, formalizou uma denúncia contra o aumento dos preços da gasolina, enquanto em Boa Vista o valor tem diminuído, essa não é a realidade do município. “Está muito caro, o mais barato que tem é R$ 4,25. Eu gastava 400 reais e agora gasto 700. Eu vim saber sobre esses preços abusivos. Eles falaram que vão notificar os postos para dar um retorno para quem denunciou”, disse Pacheco.

Na ocasião, Eumária Aguiar informou que pretende levar essa parceria para outros municípios. E Zenalva Alves apoiou a ideia. “A gente vai manter essa parceria no restante do ano para levar as informações aos consumidores em todo o estado”, disse.

Os consumidores podem procurar orientação também pelo telefone 4009 4826, ou na sede do Procon Assembleia em Boa Vista, localizada na rua Professor Agnelo Bittencourt, número 232, no Centro. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Texto: Bárbara Araújo

Foto: Alex Paiva

SupCom ALE-RR