Caderno, lápis na mão e o olhar atento. Foi assim que os jovens da comunidade indígena Tabalascada, no Cantá, anotaram todas as dicas do Procon Assembleia sobre direitos do consumidor, na tarde desta terça-feira (6). A instituição realizou um bate-papo com estudantes da Escola Indígena Professor Ednilson Lima Cavalcante.

A iniciativa foi pensada em alusão ao Dia Internacional dos Povos indígenas comemorado na sexta-feira (9). Segundo o advogado do Procon Assembleia, Samuel Weber, essa foi a primeira vez que instituição levou a informação para uma comunidade indígena. Ele informa que outras comunidades serão visitadas. “A proposta do Procon Assembleia é estar fora do prédio e perto da sociedade, para que as pessoas saibam dos seus direitos independentes de onde estejam”, explicou.

A estudante Raquel Pereira de 18 anos, relata que é a primeira vez que participa de uma palestra sobre os direitos do consumidor.  “Para mim é importante porque nunca tivemos acesso as informações do Procon na escola e na comunidade. Muito interessante, quanto mais informações em relação aos nossos direitos, mais saberemos como agir”, disse.

Na palestra, o advogado explicou como as pessoas podem recorrer ao Procon Assembleia e, sobre o Código de Defesa do Consumidor. As principais dúvidas dos jovens foram sobre o troco em que o comércio deve arredondar o preço, quando não tiver moedas. E também como agir quando uma mercadoria apresentar algum defeito.

Segundo o tuxaua Deodato Leocádio, atualmente a comunidade possui 242 famílias, totalizando 942 habitantes.  Para o líder trazer essa informação na região é uma forma de empoderar as pessoas, que se tiverem algum direito ferido, saberão como agir e para quem recorrer.

“É muito importante o Procon vir para a comunidade, muitas vezes não conhecemos os direitos que nós temos, principalmente para os jovens que buscam por essas informações”, destacou.

Em caso de dúvidas ou reclamações, o consumidor pode entrar em contato pelo telefone 4009-2826, ou procurar o Procon Assembleia, localizado na rua Agnelo Bittencourt, nº 232, no Centro. O horário de funcionamento é das 8h às 18h.

Texto: Vanessa Brito

Foto: Alex Paiva

SupCom ALE-RR