No próximo dia 18, o Centro Humanitário de Apoio à Mulher (Chame) completará 10 anos. Para marcar as comemorações de aniversário, a instituição, que presta auxílio às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, iniciou uma ação itinerante pelos Núcleos do Poder Legislativo no Interior. O primeiro a ser contemplado foi o município de Rorainópolis, nesta terça-feira (6).

Durante o evento, aberto à comunidade, a equipe do Chame apresentou o resultado do trabalho desenvolvido desde a implantação do Centro. Os próximos municípios a serem visitados serão Caracaraí, Mucajaí, e Alto Alegre.

Os moradores de Rorainópolis puderam conhecer os projetos criados recentemente. São sete no total, cada um direcionado aos mais diversos públicos, como o “Papo Reto”, promovido nas escolas; “Mulheres Iluminadas”, realizado nas igrejas e o “A Vida Pede Passagem”, que visa a conscientização do público masculino.

Para a dona de casa Vanuza Silva, a iniciativa foi importante para informar o público feminino sobre os seus direitos. “Esse evento ajuda a fazer com que as mulheres saibam a quem recorrer em situações de violência. Como o próprio nome diz: chame ao Chame”, destacou.

De acordo com a procuradora especial da Mulher, deputada Lenir Rodrigues (Cidadania), desde a sua implantação, em 2009, o Chame têm obtido resultados positivos. “Nesses 10 anos, o Chame já atendeu mais de 10 mil mulheres. Acreditamos que a instituição tem feito um trabalho de prevenção e lutado junto com a Rede de Proteção no combate à violência”, enfatizou.

Lenir explicou ainda que outros Estados se espelham no trabalho do Chame para atuarem no enfrentamento da violência. “Em Rondônia, eu fui convidada para ajudar na implantação do Chameron. Isso deu uma visibilidade muito grande à instituição, tanto que o Parlamento Amazônico decidiu estabelecer uma meta para que os estados da Amazônia Legal tenham um Chame”.

A ação realizada em Rorainópolis contou ainda com apresentações musicais e sorteios de brindes às participantes. É claro que para encerrar o evento, não poderia faltar o bolo para cantar os parabéns.

Rorainópolis

Em Rorainópolis, o Chame atende ao público no Núcleo da Assembleia Legislativa, que fica localizado na Rua Ulisses Guimarães, s/n, no Centro da cidade. Segundo a coordenadora, Mileide Barreto, as vítimas são acolhidas por uma equipe multidisciplinar. “Pelo fato de sermos o segundo município mais populoso de Roraima, é necessário que tenha um núcleo do Chame aqui”, destacou.

Texto: Jéssica Sampaio

Foto: Eduardo Andrade

SupCom ALE-RR