Parlamentar apresentou projeto de lei para inibir a presença de ambulantes em cruzamentos como forma de preservar a segurança da população

 

Ao usar a tribuna na sessão plenária desta terça-feira (3), na Assembleia Legislativa de Roraima, o deputado Jorge Everton (MDB) falou sobre um projeto de lei proposto por ele, que proíbe o comércio ambulante nas ruas de Roraima.

“Esse projeto vai acabar com esse comércio informal. Temos hoje pessoas que não são fiscalizadas, não são cobradas”, disse o deputado Jorge Everton, ao reforçar que se trata de questão de segurança pública, pois há registros de casos de uso de ácido contra motoristas e motociclistas com o intuito de roubar pertences e veículos.

Além disso, o parlamentar citou o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), no trecho que não permite distrações no volante, mesmo com veículo parado. “São pessoas que estão diariamente no trânsito colocando em risco a segurança da nossa população e a do nosso trânsito”. Ele pediu apoio dos deputados para votação do projeto de lei, quando este concluir o processo de tramitação na Assembleia Legislativa.

Segurança

O deputado Jorge Everton aproveitou a oportunidade para falar da contribuição dele no grupo técnico de Segurança Pública no 3º Seminário Regional de Promoção e Defesa da Cidadania, da Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos), realizado em Santa Catarina, na semana passada. Ele contou que apresentou informações sobre a situação imigratória, aumento na violência e ausência de ajuda do Governo Federal.

Por fim, parabenizou o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jalser Renier (SD), pela instalação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Saúde. “A nossa Saúde precisa passar por análise de processos”. Além disso, ressaltou a experiência obtida com a CPI do Sistema Prisional, na legislatura passada.

 

Texto: Yasmin Guedes

Foto: Alex Paiva