O deputado Jeferson Alves (PTB) defendeu a legitimidade da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde nesta quarta-feira (04), em seu pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa. O parlamentar discordou do posicionamento da deputada Betânia Almeida (PV), que teceu críticas em redes sociais à composição do grupo.

Jeferson Alves contou ter ficado surpreso ao ler o posicionamento da colega em uma reportagem veiculada hoje em um jornal local. “Às vezes o sentimento de impotência acaba atrapalhando. Precisamos entender que todos os deputados podem participar”, disse Jeferson Alves. Ele ressaltou o apoio ao grupo escolhido e convidou os demais pares a terem esse sentimento de coletividade e apoio. “Mesmo ficando de fora eu torço para que a CPI dê certo”.

Em aparte, os deputados Odilon Filho (Patri), Coronel Chagas (PRTB), Soldado Sampaio (PC do B), Jorge Everton (MDB) Nilton Sindpol (Patri) e Renato Silva (Republicanos) pontuaram que acreditam na seriedade da CPI da Saúde e na imparcialidade e capacidade dos membros de investigarem possíveis irregularidades na gestão da pasta.

Na ocasião, a deputada Betânia Almeida explicou o motivo da saída do grupo e frisou que não se sentia confortável em permanecer na investigação diante da atual composição da comissão.

CPI da Saúde

Na sessão plenária realizada na última terça-feira (3), foram definidas a presidência e relatoria da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde. Coronel Chagas (PRTB), como presidente, Nilton Sindpol (Patri) como vice-presidente e Jorge Everton (MDB). Na ocasião, Betânia Almeida manifestou-se contrária a composição do grupo, e pediu a retirada de seu nome da Comissão.

Texto: Bárbara Araújo

Foto: Jader Souza e Alex Paiva

SupCom ALE-RR