O deputado Renato Silva (Republicanos) expôs a situação vivenciada por quem mora em Roraima com a crise migratória e insuficiência dos serviços públicos para atender as demandas em Saúde, Educação, Infraestrutura e Segurança. O discurso foi feito nesta sexta-feira (22), para deputados e servidores de Assembleias Legislativas de todo o Brasil durante a 23ª Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (CNLE), promovida pela Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais), em Salvador (BA).

“Acredito que se houver um carinho ao problema de cada Estado e se juntos tentarmos buscar solução, com certeza teremos muitos êxitos. Nós não temos apoio nenhum do Governo Federal. Somos o menor PIB do País. Roraima, hoje, teve a maternidade com mais parto do País, a maioria de venezuelanas e o Governo Federal não mandou nenhum centavo”, protestou.

O parlamentar pediu que a Unale e os deputados olhem com mais atenção a esta situação e convidou os colegas a somarem forças com os parlamentares de Roraima para marcarem uma audiência com o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL) e o ministro-Chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzon, em busca de uma solução para situações que têm atingido não apenas Roraima como outros Estados.

“Se for em Roraima, ao sair do aeroporto você encontra venezuelanos dormindo na calçada. Temos registrados mais de 179 mil venezuelanos para um pobre Estado como o nosso e estamos arcando com toda a despesa”, complementou Renato Silva.

O presidente da Unale, deputado Kennedy Nunes (PSD-SC) agradeceu a participação do deputado Renato Silva e falou que é uma das propostas ir a Roraima antes de terminar o mandato na entidade legislativa.

Para finalizar a participação, o parlamentar falou da Lei 1.328/19 que institui em Roraima, a Constituição em Miúdos, para serem aplicados ensinamentos nas escolas da rede pública sobre a Constituição Federal. Ele espera que outros estados adotem este projeto para ampliar o conhecimento de jovens sobre os direitos e os deveres do cidadão.

Texto e Foto: Yasmin Guedes

SupCom ALE-RR