Neste domingo (19) será aplicada a prova do concurso da Guarda Municipal, e no fim de semana seguinte, dia 26, das secretarias municipais de Educação e Cultura (Smec) e Saúde (Semsa). No período que antecede este momento decisivo, os candidatos buscam toda ajuda possível para um resultado satisfatório. E na véspera do certame a principal dica dos professores é usar os últimos momentos para revisar.

Mesmo nas últimas horas antes da prova, é preciso foco para garantir o status de aprovado, destacou o professor de direito administrativo do preparatório da Escola do Legislativo, Luís Fernando Lima. “Quem resolve fazer concurso público tem que ter em mente que vai sempre ter que sacrificar aquele momento de lazer, horas de cochilos depois do almoço, porque qualquer minuto é essencial para fazer a diferença.”

Mas estar com o psicológico equilibrado também é importante, mesmo com a agitação por conta da ansiedade da proximidade do certame. Neste caso a dica é organizar o tempo e as ideias. “Tudo isso é essencial nesta reta final”, frisou o professor.

A organização do certame está a cargo do Instituto Nacional de Seleção e Concursos (Selecon). Segundo a professora de português da Escola do Legislativo, Laeny Amaral, esta banca é bastante objetiva. Assim, optar por resolver os exercícios de cadernos de provas de concursos passados, é uma das dicas dadas aos candidatos.  Isso permitirá entender como a instituição analisa as questões e quais os pontos serão priorizados.

“Responder as provas que foram realizadas neste último ano, e novamente, identificar os principais temas que caem nessa banca. Ela é muito disciplinada e consegue alinhar o conteúdo com as questões da prova, o que facilita na resolução da questão”, explicou Laeny.

Na hora da prova

A preparação chegou ao fim, e finalmente, com as questões em mãos para resolver, é hora de colocar em prática todo conteúdo estudado. Aqui vão algumas dicas dos professores para esse momento:

·        Não se esquecer de levar os documentos necessários e caneta de material transparente, ou outros itens que sejam pedidos no edital;

·        Se esforçar para lembrar o que foi treinado e estudado;

·        Analisar com cuidado o que a pergunta exige para não cair em pegadinhas;

·        Observar o enunciado das questões, pois isso pode ajudar na resolução de outra questão;

·        Na hora de eliminar as alternativas em busca da correta, utilizar símbolos ou grifar as possibilidades para auxiliar no raciocínio;

·        Se tiver certeza de uma resposta, marcar logo para que com o nervosismo não confunda ou faz o candidato esquecer.

Texto: Bárbara Araújo

Foto: H. Emiliano

SupCom ALE-RR