Os serviços prestados pelas empresas de telefonia móvel e demandas como fatura, cobrança, corte e interrupções no fornecimento de energia elétrica lideram o ranking de reclamações e pedidos de informações feitos ao Procon Assembleia. Para esclarecer estas e outras dúvidas, o órgão de defesa do consumidor da Assembleia Legislativa de Roraima tem ido às ruas com o Procon Responde.

A ação leva os serviços da instituição para perto dos consumidores, repassando informações sobre direitos e dúvidas comuns.  Os primeiros atendimentos do Procon Responde ocorreram nesta segunda-feira (10), no centro comercial da avenida Jaime Brasil. Nesta terça-feira (11) foi a vez da avenida Ataíde Teive, e nesta quarta-feira (12), das 9h às 12h, os atendimentos ocorrem na loja Baby Kit, localizada na rua Sólon Rodrigues Pessoa, bairro Pintolândia.

O técnico de enfermagem, Edinaldo Queiroz, de 49 anos, estava passando pela Jaime Brasil quando resolveu parar e tirar dúvidas com a equipe do Procon Assembleia. Segundo ele, a irmã caiu em um golpe e não sabia a quem recorrer. “O banco está processando ela em R$ 41 mil, porque dizem que ela tirou uma moto e essa moto não existe no nome dela”, destacou.

Edinaldo foi orientado a procurar a Delegacia de Defesa do Consumidor. Para ele, o atendimento do Procon Responde ajudou a esclarecer muitas dúvidas. “O Procon Assembleia me orientou a procurar a Delegacia do Consumidor e já estou indo para lá resolver esse problema com minha irmã. Esse tipo de ação facilita a vida de quem nem sabe onde ficam esses setores, além do mais, foi bom receber essas informações”, pontuou.

Quem também parou para elogiar a ação do órgão do Poder Legislativo foi o aposentado Edson de Oliveira, de 74 anos, que destacou a importância do Procon à população. “Se não tivesse o Procon no Brasil, a ganância empresarial é tão grande que já tinha triturado o consumidor, porque não nos respeitam. O Procon é nota 10 porque defende o direito das pessoas que não possuem um conhecimento determinado para algumas situações”, disse.

Conforme o advogado do Procon Assembleia, Josimar Batista, a ideia é atender a população de todo o Estado, levando informações tirando dúvidas a respeito dos seus direitos. “Muitas pessoas ainda têm dúvida de onde nos encontrar, por isso, nas nossas idas às ruas”.

Além dos consumidores, os atendimentos também se estendem aos fornecedores, ressalta Josimar. “Geralmente as perguntas dos consumidores são sobre o uso de algum serviço ou produto e nós orientamos que procurem o fornecedor, quando o caso não é solucionado, pedimos que eles procurem o Procon Assembleia, para encontrarmos a solução do problema”, alertou.

Atendimentos

O Procon Assembleia funciona das 8h às 18h, na rua Agnelo Bittencourt, nº 232, no Centro. O consumidor também pode entrar em contato pelo telefone 4009-4826.

Texto: Jéssica Sampaio

Foto: Jader Souza

SupCom ALE-RR