Apesar de surgirem informações novas sobre o coronavírus o tempo todo, boa parte da população ainda desconhece informações básicas sobre o vírus e a doença causada por ele. Para reforçar a prevenção e auxiliar na propagação de informações oficiais, a Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) lançou um assistente virtual, que pode ser acessado pelo número 98101-3832, via WhatsApp.

Por meio de um chat, a população pode ter acesso à informações e todas as precauções necessárias para prevenir a contaminação, uma forma de também combater notícias falsas. Para acessar, basta enviar uma mensagem pelo WhatsApp para o número 98101-3832 e seguir as orientações do aplicativo digitando o número da informação de interesse. A resposta é imediata.

Segundo o superintendente-geral da Assembleia Legislativa, Marcelo Lopes, o presidente da Casa, deputado Jalser Renier, solicitou que o legislativo estadual faça o possível para ajudar, neste momento de pandemia de coronavírus.

“E uma das principais formas de prevenção é a informação. Por isso lançamos um assistente virtual, para prestar informações oficiais, de forma rápida e prática. Também lançamos campanhas educativas e intensificamos a divulgação pela TV Assembleia e redes sociais do Poder Legislativo, para combater não só o coronavírus, mas também as notícias falsas, que tanto prejudicam nossa sociedade”, explicou.

O assistente não recebe chamadas por ser realizado por meio de um programa de computador. No chat se encontram informações sobre o que é o coronavírus, medidas de prevenção, vídeo sobre sintomas e recomendações, cuidados e alguns mitos e verdades. Caso mais de 30 pessoas acessem ao mesmo tempo, será gerada uma lista de espera de menos de cinco minutos.

 

Outras medidas

No último sábado (20), após confirmação de dois casos de coronavírus no Estado, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jalser Renier decretou ponto facultativo e suspendeu por tempo indeterminado os trabalhos da Casa. A medida temporária pode ser alterada caso haja agravamento ou solução da pandemia anunciada pela Organização Mundial de Saúde (OMS)

Na última terça-feira (17), durante sessão plenária, já haviam sido anunciadas medidas preventivas como o uso indispensável do álcool em gel, a dispensa de ponto eletrônico das pessoas acima de 60 anos e gestantes, reforço na higienização das dependências da Assembleia Legislativa, e o afastamento por até 14 dias de parlamentares, servidores e demais colaboradores que estiveram em locais onde houve infecção por COVID-19, além da suspenção dos programas permanentes até dia 31 de março, que estão mantendo comunicação por meios que não necessitem contato físico.

Foto: Jader Souza

SupCom ALE-RR