Lá do município de Alto Alegre, a cerca de 80 km de Boa Vista, nas primeiras horas da manhã, a aluna Rayelly Souza, de 12 anos, se preparou para sua primeira aula online realizada pela turma de ginástica rítmica do Programa Abrindo Caminhos, da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (30). Durante a pandemia ela recebeu vários vídeos das professoras ensinando novos movimentos, mas para ela, esse momento de interação em tempo real complementou o aprendizado.

A aluna estava sentindo falta das aulas. A ausência de treino pode prejudicar a flexibilidade, o que causa um retrocesso no aprendizado. Mas com o incentivo das aulas online ela vai poder manter o ritmo do que já aprendeu nas aulas presenciais. “Com a aula online eu consigo realizar tudo certinho, pois mesmo distante, minha professora está ali para tirar minhas dúvidas.”

Rayelly Souza foi uma das primeiras alunas a se matricular na turma de ginástica rítmica em Alto Alegre. Ela já participa do Programa Abrindo Caminhos há 4 anos. Para a mãe dela, Elizangela Souza, a Assembleia Legislativa abriu espaço para que a filha faça o que a deixa feliz. “Eu sempre soube que minha filha tinha potencial, e quando ela começou a fazer parte do Programa Abrindo Caminhos fiquei feliz, todas as aulas vejo o sorriso e o brilho nos olhos dela, esse amor pela ginástica é muito bonito.”

Aula Online

Com ajuda dos pais, 40 crianças participaram na manhã desta terça-feira (30) da primeira aula online de ginástica rítmica realizada pelo programa Abrindo Caminhos, com duração de 40 minutos. Para a professora Ludymila França, essa primeira experiência proporcionou um momento de interação entre as alunas que participaram. “Fizemos um alongamento geral, alongamento de flexibilidade, de coluna, perna, foi uma aula pra aquecer e relaxar os músculos. Foi muito proveitosa, tenho certeza que conseguimos aprender e matar a saudade.”

Esta iniciativa também já foi adotada pela turma de jazz e balé. Conforme a diretora do programa Abrindo Caminhos, Viviane Lima, é importante oferecer para as crianças e adolescentes um momento de aprendizado e distração durante a pandemia. “Buscamos sempre estar próximos das nossas crianças e adolescentes. Sabemos que estamos passando por um momento delicado, mas estamos trabalhando para proporcionar para nossos alunos esses momentos de aprendizagem. Pretendemos intensificar cada vez mais essas aulas online. O Abrindo Caminhos não para”, explicou.

Texto: Ana Lucia Montel

Foto: Jader Souza e Arquivo Pessoal

SupCom ALE-RR