Beneficiários de planos de saúde terão cobertura em exames para detecção do novo coronavírus (covid-19). É o que preconiza a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) em resolução publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (29). Em caso de recusa, o Procon Assembleia orienta os clientes a formalizarem uma queixa.

O diretor do Procon Assembleia, Jhonatan Rodrigues, explicou que os beneficiários que tiverem apresentado sintomas poderão fazer exames com cobertura pelo plano de saúde. Os exames incluídos nesta resolução são para pesquisas de anticorpos IgA, IgC ou IgM para os planos com cobertura ambulatorial ou hospitalar que apresentem sintomas de gripe com quadro respiratório agudo ou síndrome respiratória aguda.

Caso o plano se recuse a ofertar os exames, a orientação é formalizar uma denúncia. O Procon Assembleia está à disposição para esclarecer dúvidas da população sobre o tema. “A recusa em disponibilizar esses testes rápidos nas redes conveniadas de saúde pode gerar uma reclamação pelo Procon Assembleia. A demanda será encaminhada à ANS por descumprimento da norma legal”, ressaltou Jhonatan.

Os serviços presenciais estão suspensos no Procon Assembleia, mas quem tiver dúvidas pode ligar para o telefone (95) 98401-9465, das 9h às 14h, inclusive pelo WhatsApp. Os técnicos estarão disponíveis para atender a população.

Exame

Segundo a ANS, o teste sorológico é de uso profissional e sua execução requer o cumprimento de protocolos e diretrizes técnicas de controle, rastreabilidade e registros das autoridades de saúde.  O procedimento passa a ser de cobertura obrigatória nos casos em que o paciente apresente ou tenha apresentado um dos quadros clínicos descritos a seguir:

Síndrome Gripal: quadro respiratório agudo, caracterizado por sensação febril ou febre, acompanhada de tosse ou dor de garganta ou coriza ou dificuldade respiratória.

Síndrome Respiratória Aguda Grave: desconforto respiratório/dificuldade para respirar ou pressão persistente no tórax ou saturação de oxigênio menor do que 95% em ar ambiente ou coloração azulada dos lábios ou rosto.

Como a produção de anticorpos no organismo só ocorre depois de um período mínimo após a exposição ao vírus, esse tipo de teste é indicado a partir do oitavo dia de início dos sintomas.

Texto: Yasmin Guedes

Foto: Arquivo

SupCom ALE-RR