Pular para o conteúdo

AGOSTO DOURADO Assembleia Legislativa faz panfletagem e promove live para incentivar aleitamento materno

“Proteger a amamentação é uma responsabilidade de todos”. Este é o slogan da campanha mundial de conscientização sobre o aleitamento materno. Ao longo do mês, a Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) promoveu atividades de incentivo à doação de leite humano ao Hospital Materno-Infantil Nossa Senhora de Nazareth. Nesta terça-feira (24), uma equipe de servidores fez mais uma panfletagem ressaltando a importância do engajamento da sociedade no apoio e proteção do direito à amamentação.

A deputada Angela Águida Portella (PP) está à frente das ações do “Agosto Dourado”, por meio da Lei nº1.1413/20, de sua autoria, que institui o “Dia Estadual do Aleitamento Materno”, comemorado em 1º de agosto. A parlamentar entregou pessoalmente os panfletos no semáforo em frente à Assembleia Legislativa.

“A doação de leite é importante para bebês prematuros e, por isso, precisamos incentivá-la, buscando sempre informações de como deve ser feita a higienização dos frascos. Essa panfletagem tem o objetivo de conscientizar as pessoas, pois todos nós devemos nos empenhar e proteger o aleitamento”, afirmou.

A deputada vai mediar uma live, programada para a próxima segunda-feira (30). “Vamos discutir mais uma vez sobre o papel da sociedade nessa ação que salva vidas”, completou.

A coordenadora do Banco de Leite da Maternidade Nossa Senhora de Nazareth, Silvia Furlin, destacou a importância do evento.

“Quando o poder público nos apoia, a caminhada fica mais fácil. Ter o apoio do Poder Legislativo, promovendo essa ação, junto ao Banco de Leite Humano, vai incentivar cada vez mais que as mães amamentem e doem”, disse.

O Banco de Leite já conquistou o “Selo de Ouro”, em seis anos consecutivos, após avaliação pela Rede Global de Bancos de Leite Humano, na prestação do atendimento. A última avaliação ocorreu no fim de 2020.

Exposições fotográficas, panfletagem, lives e rodas de conversa foram feitas ao longo do mês, junto a uma equipe multidisciplinar, com a intenção de promover o aleitamento.

Amamentação: laço de ternura e amor

Aos 19 anos, Jasmiyn Silva de Oliveira vai ser mãe pela segunda vez. Grávida de sete meses, ela não esconde a emoção de reviver a experiência de dar à luz. “É um sentimento muito forte. Um amor incondicional”, afirmou.

A servidora pública nunca foi doadora nem precisou utilizar os serviços do banco de leite, mas reconhece a importância da doação. “Perdi uma tia por complicações no parto e minha prima precisou do leite para se alimentar. É relevante o trabalho desses profissionais na vida desses bebês”, destacou.

Legislação

O incentivo ao aleitamento materno é tema de leis aprovadas pela Assembleia Legislativa. Entre elas, está em vigor a Lei nº 175/1997, de autoria dos ex-parlamentares Rosa Rodrigues, Zenilda Portella e Célio Wanderley, que determina ao Estado a promoção de campanhas educativas sobre a amamentação e regulamenta as atividades do Banco de Leite Humano.

Texto: Kátia Bezerra
Foto: Jader Souza
SupCom ALERR

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0