Pular para o conteúdo

RECONHECIMENTO
CPI da Saúde entrega referência elogiosa a servidores e colaboradores

Por mais de dois anos, a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Saúde da Assembleia Legislativa de Roraima fez diligências, oitivas e análises de mais de cem volumes de processos, o que envolveu dezenas de servidores públicos na apuração e transparência dos trabalhos, incluindo ampla cobertura jornalística.

Nesta quarta-feira (22), esses servidores receberam uma “Referência Elogiosa” como reconhecimento aos serviços prestados nos 26 meses de CPI da Saúde. No documento, a ser publicado no Diário Oficial da Assembleia Legislativa de Roraima, os membros da comissão ressaltaram o empenho e a dedicação de cada profissional.

Entre os homenageados, estão secretários, superintendentes, taquígrafas, garçons, policiais civis que analisaram o processo sigiloso, assessores jurídicos e parlamentares, repórteres, cinegrafistas, operadores de som e editores.

Para a superintendente de Comunicação da Assembleia Legislativa, Sônia Lúcia Nunes, os elogios são o resultado de esforços que não pararam durante a pandemia.

 

 

“Quem está em casa, sempre costuma ver a transmissão pela TV, acompanha a Rádio Assembleia, site e redes sociais, mas não imagina que por trás tem uma equipe empenhada de manhã, à tarde e à noite para levar as informações com transparência. O trabalho da CPI ultrapassou barreiras e demos a oportunidade para a população acompanhá-lo passo a passo”, disse.

 

 

 

Presidida pelo deputado Coronel Chagas (PRTB), a CPI da Saúde foi instalada em 2019 para investigar possíveis irregularidades em processos firmados com a Sesau (Secretaria Estadual de Saúde) desde 2015 e, consequentemente, na pandemia do novo coronavírus nos contratos emergenciais.

Concluída em 8 de dezembro, com 62 indiciamentos, o relatório final foi encaminhado ao MPRR (Ministério Público), TCE (Tribunal de Contas do Estado), Procuradoria-Geral da República, Governo de Roraima, MPF (Ministério Público Federal) e TCU (Tribunal de Contas da União) para providências cabíveis. O relatório final foi publicado no Diário Oficial da Assembleia Legislativa de 21 de dezembro.

 

 

“Para que nós realizássemos esse trabalho, diversos setores da Assembleia e da Polícia Civil deram sua contribuição com servidores. A CPI chegou ao entendimento de que seria justo esse reconhecimento”, explicou Chagas.

 

 

 

 

Foto: Eduardo Andrade/ Nonato Sousa/ Tiago Orihuela

SupCom ALERR

Compartilhar
banner assembleia 120x600 ou 160x600

Arquivos

banner assembleia 120x240
banner assembleia 125x125

0