Pular para o conteúdo

EM TRAMITAÇÃO
George Melo volta a defender PL que proíbe destruir bens apreendidos em fiscalizações ambientais

O deputado George Melo (Podemos) voltou a defender na sessão plenária desta terça-feira (21), na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), a aprovação do Projeto de Lei (PL) nº 233/2022, de sua autoria, que proíbe órgãos de fiscalização de destruírem bens apreendidos em fiscalizações ambientais.

De acordo com o parlamentar, o PL, que está em tramitação na Casa, protegerá o patrimônio de garimpeiros, madeireiros, produtores rurais e agricultores do Estado.

“Vamos ter uma lei que dá garantias ao cidadão roraimense. Como você vai investir em um Estado onde não há segurança para ter um equipamento? O prejuízo pode custar muitos anos de sofrimento. O Estado de Roraima vai certamente amparar esses trabalhadores”, afirmou.

Durante discurso na tribuna, o parlamentar também criticou a utilização das universidades públicas para a promoção de ideologias políticas. Segundo o deputado, os acadêmicos servem de “massa de manobra” às organizações não governamentais (ONGs) e “maus partidos políticos”.

“Não podemos aceitar pacificamente que os nossos filhos sirvam de massa de manobra de péssimos gestores. As ONGs internacionais trabalham dentro das nossas universidades e escolas, para fazerem manobras contra o povo trabalhador. As nossas universidades devem servir para formar cidadãos de bem, trabalhadores e pesquisadores que possam transformar este Estado, e não servir de manobra às ONGs internacionais e maus partidos”, concluiu o deputado.

Texto: Juliana Dama

Foto: Eduardo Andrade/ Marley Lima

SupCom ALE-RR

Compartilhar

Arquivos

0