De iniciativa privada, o instituto funciona com recursos próprios, doações, empréstimos e convênios.

Tornar mais viável a execução de projetos sociais é o que prevê um Projeto de Decreto Legislativo apresentado na Assembleia Legislativa de Roraima (ALERR), pelo deputado Gabriel Picanço (PRB). A proposta visa declarar de utilidade pública o Instituto Educacional Evangélico Filhos do Rei, sediado no bairro Raiar do Sol, zona Oeste de Boa Vista.

Para o autor, ao tornar o Instituto de utilidade pública, facilitará o recebimento de recursos públicos por parte do Estado ou Município, e também de empresas públicas de renome nacional. “Esse projeto é importante para aquela comunidade para que eles possam tirar pessoas da vulnerabilidade para que venham se inserir junto a sociedade, entre outras ações”, disse.

O Instituto Educacional Evangélico Filhos do Rei foi criado em fevereiro de 2006 e realiza trabalhos filantrópicos voltados a assistência social para crianças carentes, na educação daqueles com idade entre 2 a 9 anos e para alunos do I e II ano do ensino fundamental. Há ainda projetos sociais direcionados às famílias de baixa renda, aproximadamente 250.

De iniciativa privada, o instituto funciona com recursos próprios, doações, empréstimos e convênios. Atua na educação desde o Maternal ao 2º ano do Ensino Fundamental. Ao longo do ano, promove atividades extracurriculares como o “Semeando e ensinando com excelência, porque obediência é um sinal de amor”; “A Verdadeira Páscoa”; “Livro Infantil”; “Projeto Meio Ambiente”; “Projeto Folclore”; “Independência do Brasil”; “Projeto de Trânsito”; “Feira Cultural de Alimentação Saudável”; e o “Projeto um Ato de Amor”.

Por Yasmin Guedes

SupCom/ALE-RR