Pular para o conteúdo

Procon Assembleia divulga pesquisa com preços do pescado para Semana Santa

A Semana Santa se aproxima e os consumidores já estão em busca do melhor pescado. O preço e a qualidade dos peixes oferecidos no mercado local são itens importantes na hora da compra. E para ajudar os consumidores e orientar os empresários, o Procon Assembleia, órgão de defesa do consumidor do Poder Legislativo, divulga uma pesquisa comparativa de pescado, com valores do produto, empresas, menor e maior preço. A pesquisa está disponível no site da Assembleia Legislativa de Roraima, e para ter acesso clique aqui.

Para a pesquisa, os técnicos do Procon Assembleia percorreram estabelecimentos em Boa Vista que trabalham com a venda do peixe, e durante o trabalho observaram principalmente o preço e a qualidade do pescado que está sendo colocado à venda para população. A coordenadora do Procon, Eumária Aguiar, explica que o propósito com essa ação é ajudar na hora da compra. “Esta pesquisa é justamente para que possamos orientar consumidores e fornecedores na hora da venda e da compra. É mais uma forma de garantir que não haverá elevação no preço que é praticado no comércio devido a Semana Santa”, reforçou.

Antônio de Jesus, 26, trabalha na venda do pescado há cinco anos e explica quais as preferências dos clientes. “Em primeiro lugar o cliente busca a qualidade, na sequência ele pesquisa o melhor preço e até pede um desconto de acordo com o orçamento que ele dispõe no momento. O cliente busca ainda o bom atendimento e facilidade”, observou o vendedor, ao ressaltar que os peixes mais procurados neste período são o tambaqui, seguido pelo dourado.

Para confirmar a opinião do vendedor Antônio, a cliente Valéria Pinto, 34, é uma das consumidoras que preza pelo bom atendimento e pela qualidade do produto e destaca que a pesquisa realizada pelo Procon Assembleia é algo que transmite segurança. “Ações como essas nos fazem ter mais tranquilidade e certeza do produto que estamos levando para casa”, destacou.

Nataly Carmem Araújo, 32, é servidora pública municipal e afirma que a pesquisa representa um avanço na relação de consumo. “Antes era difícil vermos ações como essa. Nós clientes temos que ter garantia de chegar em um local e ter a certeza de que estamos levando um produto de qualidade e com um preço justo”, avaliou.

 

Por Tarsira Rodrigues

SupCom/ALE-RR

 

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0