ação já atendeu a mais de 4 mil alunos em 28 instituições; nesta semana será a vez da Escola Professor Hildebrando Ferro Bitencourt, no Bairro dos Estados

Ao longo desta semana, alunos e trabalhadores da Escola Estadual Professor Hildebrando Ferro Bitencourt, no Bairro dos Estados, serão orientados sobre o tráfico humano e a exploração sexual, por meio do projeto Educar é Prevenir, realizado pela Assembleia Legislativa. A proposta desta ação educativa é reforçar o combate a este crime em Roraima.

Nesta segunda-feira (10), a instituição recebeu o material de apoio sobre o assunto. “São banners com exemplos de crimes contra as pessoas no tráfico, e cartazes com casos reais retratados de maneira fictícia, para chamar a atenção dos adolescentes”, explicou o coordenador do projeto, Glauber Batista.

Nesta terça-feira (11), a equipe vai capacitar professores e funcionários da instituição, sobre as modalidades de tráfico humano, informações sobre como identificar e acolher a pessoa que esteja passando por essa situação no ambiente escolar. “Nosso principal objetivo é a prevenção. Trabalhar essas questões e o perigo deste crime nas escolas, espaço muito visado pelos aliciadores no Estado”.

Após a capacitação, os profissionais abordarão os assuntos na sala de aula, na quarta e quinta-feira (12 e 13). Para finalizar, na sexta-feira (14), haverá um encontro com a participação de representantes das instituições que compõem a Rede de Proteção.

Educar é Prevenir

Em quase dois anos, o projeto Educar é Prevenir alcançou mais de 4 mil alunos em 28 escolas da capital e do interior, que puderam conhecer mais sobre o crime de tráfico humano, exploração sexual e legislação de proteção às vítimas. A próxima ação está prevista para o mês de agosto, na Escola Estadual Vitória Mota Cruz no Bairro dos Estados.

O projeto é desenvolvido pelo Núcleo de Promoção, Prevenção e Atendimento às Mulheres Vítimas de Tráfico de Pessoas, da Procuradoria Especial da Mulher, ligada ao Poder Legislativo. A sede funciona na avenida Ville Roy, nº 5717, sala 208, no Centro de Boa Vista. Mais informações pelo 3624-8073.

Texto: Vanessa Brito

Foto: SupCom ALE-RR

SupCom ALE-RR