Na manhã desta quinta-feira (27), o presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, deputado Jalser Renier (SD), recebeu empresários do Distrito Industrial e representantes da Câmara de Comércio Brasil-Guiana, que procuraram a Casa em busca de melhorias para o setor.

As demandas foram ouvidas pelo presidente da Assembleia Legislativa, que se comprometeu a dar uma atenção especial aos empresários. “Investir nesse setor é apostar na sociedade, gerando mais empregos e renda. Por isso, a Assembleia Legislativa se compromete a unir os esforços para que a gente possa evoluir o mais rapidamente para sanar os problemas aqui apresentados”, ressaltou.

Atualmente, mais de 80 empresas atuam no Distrito Industrial de Roraima. Segundo o presidente do Conselho de Desenvolvimento Industrial, Remídio Monai, a classe empresarial enfrenta problemas relacionados à falta de revitalização na área. “Estão chegando novos empresários para investir no agronegócio, por exemplo, e o Distrito está abandonado”, relatou.

Entre as dificuldades pontuadas pelos empresários da região falta iluminação, segurança, ruas pavimentadas e regularização de terrenos. Segundo os representantes, isso dificultará a instalação das empresas que podem contribuir para o desenvolvimento do Estado. “Precisamos de um Distrito forte. Acreditamos que a chegada de uma energia confiável, da regularização fundiária, e o fortalecimento do comercio com a Guiana, irá incrementar o comercio no Estado”.

Parceria 

Para estreitar o comércio bilateral entre Brasil e Guiana, durante a reunião, ficou definida a vinda de um auditor fiscal do Ministério da Agricultura ao Estado, para ministrar um curso sobre comércio exterior. A ação será feita em parceria com a Escola do Legislativo, programa da Assembleia Legislativa de Roraima.

Conforme o diretor da Câmara de Comércio Brasil-Guiana, Plácido Alves, a iniciativa ajudará na qualificação dos empresários. “Acho que seria oportuno nesse momento, um fiscal que treine os empresários para futuras demandas com o país vizinho. Sabemos que no meio das dificuldades, a gente pode encontrar soluções”, disse.

Texto: Jéssica Sampaio

Foto: Jader Souza

SupCom ALE-RR