O III Arraial do Servidor, realizado na noite deste sábado (06) no Núcleo da Assembleia Legislativa em Alto Alegre, marcou o início das atividades do segundo semestre de 2019 dos programas Abrindo Caminhos e Escola do Legislativo na região. No primeiro semestre foram atendidas mais de 2,5 mil pessoas na unidade.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jalser Renier, participou da festa, junto com o deputado federal Otaci Nascimento, que já foi vice-prefeito de Alto Alegre. O presidente anunciou que além dos cursos de qualificação e modalidades artísticas e esportivas já ofertados na unidade, será criado um projeto de reforço escolar para estudantes do Ensino Médio.

 “Pra nós é uma alegria estarmos aqui do Núcleo que tem hoje aproximadamente 2.500 alunos que estão aprendendo, se motivando, se capacitando. Com isso ganha o município, ganha Assembleia Legislativa e, principalmente, ganha a população, e eu fico muito orgulhoso em ver o sucesso dessa escola aqui em Alto Alegre”

Com três anos de funcionamento, o Núcleo da Assembleia Legislativa em Alto Alegre atende moradores da sede e também das comunidades vizinhas, com polos nas vilas São Silvestres, Recrear, Raimundão e Sucuba, onde são ofertados cursos nas modalidades de jiu-jítsu, flauta doce, violão, coral, futebol, ginástica rítmica, inglês, espanhol, primeiros socorros e outros.

A intenção é ampliar essas atividades para as demais localidades, conforme relatou o coordenador do núcleo Francisco Kleber Valhões. “Nós temos a intenção de abranger ainda mais, para a Vila do Paredão, comunidade da Barata, Taiano, porque esse sempre foi o objetivo da Assembleia Legislativa, aproximar o povo da Casa do Legislativo”.

Arraial

A festa contou com apresentações dos alunos do coral, flauta doce e também da orquestra de violões. As músicas Meu Xodó, Tiro ao Álvaro, Asa Branca e Anunciação fizeram parte do repertório. Mas para sair tudo perfeito, foram realizados vários ensaios. Edson de Souza, de 36 anos, é o mais velho da turma. No Abrindo Caminhos ele teve a oportunidade de realizar o sonho de tocar violão.

“Desde de criança eu tinha vontade de apreender violão, morava na Bahia e lá não tinha curso. Vim para Alto Alegre, vi uma apresentação gostei, e perguntei se podia participar. Eles disseram que sim e hoje estou aqui realizando meu sonho.”

Além das comidas típicas do mês junino, o arraial contou também com as apresentações das quadrilhas Explosão Caipira e Pega Fogo do Thianguá, nesta, os homens se vestiram de mulher e as mulheres se vestiram de homem, uma maneira descontraída de chamar atenção contra o preconceito.

“O diferencial da nossa quadrilha, além do lado cômico, é tentar quebrar os preconceitos, porque a gente sabe que hoje existe muito, por isso os homens se vestem de mulher e a mulher de homem” disse o quadrilheiro Alessandro Oliveira.

No arraial a alegria tomou conta dos servidores da unidade, participantes dos cursos, familiares, amigos e também dos moradores de Alto Alegre.

Texto: Helena Leocádio

Foto: Jader Souza

SupCom ALE-RR