Na manhã desta terça-feira (30), o programa Abrindo Caminhos, da Assembleia Legislativa de Roraima, ofertou uma oficina de artesanato para 25 mães de alunos, que produziram chaveiros de feltro. Além de preencherem o tempo enquanto aguardavam os filhos nas atividades do programa, as mulheres aprenderam uma nova habilidade que pode garantir renda extra.

A dona de casa Wanilda Magalhães acompanha o filho nas aulas de jiu-jítsu e para ela, a oficina é uma oportunidade de capacitação e de renda extra. “Acho todas as oficinas interessantes porque é uma boa oportunidade, principalmente para quem não está trabalhando”, destacou.

Wanilda conta que já compartilhou o conhecimento adquirido na oficina de ovos de páscoa, que também fez pelo programa Abrindo Caminhos. “Consegui tirar um extra e repassei o conhecimento a outras pessoas, o que foi interessante e rendeu muito. Espero que essa oficina, agora, também me traga bons frutos futuramente”, comentou.

A costureira Djenane Albuquerque também acompanha o filho nas aulas de jiu-jítsu e participou pela primeira vez de uma oficina ofertada pelo programa. “Com esse curso, poderei tirar um trocado a mais. É a primeira vez que tenho essa experiência com o feltro e estou achando ótimo, porque gosto da costura e de interagir com as outras pessoas”.

As mães aprenderam a produzir chaveiros para o Dia dos Pais e receberam uma apostila. De acordo com a professora e artesã, Aline Félix, elas poderão iniciar um negócio próprio. “Ensinei o princípio básico de tudo; a partir disso, elas poderão sair daqui criando várias peças e trabalhando com esse artesanato”, frisou.

Segundo a professora, elas podem arrecadar até R$ 50 com a produção. “Com o aprimoramento, podem lucrar até 100% em cima de uma peça. Com o baixo custo de R$ 15 elas conseguem produzir de 10 a 15 peças e ganhar entre R$ 40 e R$ 50”, afirmou.

Para a coordenadora do Abrindo Caminhos, Viviane Lima, a oficina surgiu após uma pesquisa feita com as mães dos alunos, na qual elas demandavam alguma atividade para preencher o tempo de espera. “As mães trazem as crianças e ficam por aqui, sem nada para fazer. Nossa ideia é proporcionar mais oficinas para que elas se capacitem enquanto os filhos estão nas atividades”, concluiu.

O programa Abrindo Caminhos oferece aulas gratuitas de balé, ginástica rítmica, coral, jazz, teatro, jiu-jítsu, futebol e informática. A instituição está localizada na avenida São Sebastião, nº 883, bairro Cambará. Mais informações pelo 98402-5014.

Texto: Jéssica Sampaio

Foto: Alfredo Maia

SupCom ALE-RR