Para incentivar uma alimentação mais saudável para crianças e adolescentes, as escolas estaduais poderão implantar hortas e atividades de avicultura. Essa é a proposta do projeto de lei apresentado pela deputada Angela Águida Portella (PP), que começou a tramitar nesta terça-feira (13) na Assembleia Legislativa de Roraima.

A parlamentar explica que a comunidade escolar, ao trabalhar com hortas, poderá aprender sobre agricultura familiar, o valor do trabalho, os cuidados com o meio ambiente e também incentivar o consumo de alimentos naturais, além de integrar esse ensino nas disciplinas escolares. “Os alunos vão aprender técnicas agrícolas e de comercialização. O projeto vai propiciar uma alimentação mais saudável nas escolas. De fato, a cultura alimentar nutricional é importante na vida dos alunos de 7 a 16 anos”, explica a deputada.

De acordo com o texto proposto, as atividades de avicultura e da horta poderão ser desenvolvidas pelos professores, alunos e até mesmo pela comunidade. A produção poderá complementar a merenda escolar.

Ainda conforme a matéria, a criação de políticas para a implantação destas atividades caberá ao Poder Executivo, bem como estabelecer os critérios para a realização de palestras e cursos sobre o tema.

A proposta tramitará pelas comissões da Casa e, caso seja aprovada, segue para votação em Plenário.

Texto: Vanessa Brito

Foto: Eduardo Andrade

SupCom ALE-RR