A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Saúde, da Assembleia Legislativa de Roraima, fará a segunda diligência na Sesau (Secretaria Estadual de Saúde) nesta quinta-feira (26) para retirada de cópias de mais seis processos solicitados à gestão da pasta.

A decisão foi anunciada na sétima reunião da CPI da Saúde, ocorrida no plenário Noêmia Bastos Amazonas, na manhã desta quarta-feira (25), após a sessão do dia, deliberada pelos deputados Nilton Sindpol (Patri), Coronel Chagas (PRTB), Jorge Everton (MDB), Soldado Sampaio (PCdoB) e Renato Silva (Republicanos).

Ao todo, serão 14 processos passarão pela análise da CPI da Saúde. Assim como ocorreu na primeira diligência, feita no dia 9 de setembro, uma equipe técnica da levará à secretaria máquinas fotocopiadoras e insumos para reprodução de todos os volumes dos seis processos requisitados.
“Todo o trabalho tem sido realizado, todos os deputados participando ativamente, a equipe técnica dando suporte e buscamos investigar as denúncias de irregularidades na Sesau e contribuir para que a Sesau preste melhor qualidade no atendimento à população”, explicou o presidente da CPI, deputado Coronel Chagas. As solicitações, complementou Coronel Chagas, são encaminhamentos feitos pelos parlamentares e pelas denúncias que chegam à CPI.

Está prevista uma reunião da Comissão, após a sessão de quinta-feira, para deliberação de mais um passo do grupo:  as visitas às unidades de saúde gerenciadas pelo Estado. “Essa proposta será trazida, está a cargo dos deputados Jorge Everton e Nilton Sindpol. Sendo aprovado esse cronograma, na próxima semana a CPI fará essa visita nos estabelecimentos do Estado”, disse Chagas.

Andamento dos trabalhos

Criada no dia 27 de agosto e com as funções definidas entre os membros no dia 5 deste mês, a CPI da Saúde realizou diversas reuniões, solicitações de documentos, definiu pauta administrativa e ouviu, em uma arguição de quatro horas, o ex-secretário da Saúde, Ailton Vanderley.

O relator, deputado Jorge Everton, começou a análise documental de alguns dos processos disponibilizados. “Estou apresentando, de forma parcial, o resultado de cada processo, porque isso facilita o andar da CPI”.

Texto: Yasmin Guedes
Foto: Alex Paiva / Lucas Almeida
SupCom ALERR