Após receber um panfleto do Fiscaliza Roraima, programa da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) para fiscalização dos serviços públicos, a moradora Marinete Lima, de 46 anos, procurou a equipe para denunciar a falta de vagas no posto de saúde no bairro.

Ela explica que a oferta de consultas é limitada, motivo pelo qual ela está com dificuldade para marcar um exame preventivo. A denúncia foi registrada durante o Assembleia Tá Na Área, realizado neste sábado (26), no Campo do Sopão. “A gente denunciando vai chegar no ouvido das autoridades para tentar resolver a situação. É bom porque traz melhorias para o nosso bairro”, explicou.

As denúncias coletadas pela equipe do Fiscaliza Roraima serão apuradas e encaminhadas para a instituição envolvida na situação, que deverá tomar medidas necessárias. “Quando formalizamos uma denúncia com o órgão, ele começa a olhar diferente e tomará providências”, explicou a superintendente de Fiscalização da Assembleia Legislativa, Eumária Aguiar. 

FGTS

A comunidade também aproveitou para conferir o saldo do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). O morador do bairro Santa Luzia, Edilson Pereira, de 39 anos, estava passando de bicicleta perto do evento, voltando do trabalho. Mesmo cansado, aproveitou para tirar as dúvidas com a equipe do Procon Assembleia. Em poucos minutos, o cidadão soube do valor disponível na conta, e adiantou que pretende poupar o recurso, para casos de emergência. “Foi legal. Não enfrentei fila e foi rapidinho, nem passou dez minutos, e já consegui”, disse.

Segundo coordenadora jurídica do Procon Assembleia, Brenda Negreiro, a principal dúvida dos moradores no evento, foi sobre o FGTS, para saber do saldo e as datas de pagamentos. No caso de denúncias, os moradores relataram um aumento na conta de energia, nos últimos meses. “Uma vantagem é que muitas pessoas não sabem dos seus direitos. Teve uma grande procura pelo FGTS. Já solucionamos vários casos aqui”, explicou.

Mesmo o evento encerrando, o cidadão pode tirar dúvidas sobre o abono ou direitos do consumidor, no Procon Assembleia, das 8h às 18h, na sede localizada na rua Agnelo Bittencourt, 232, Centro. No mesmo endereço é possível cobrar providências sobre problemas em serviços públicos. A reclamação ao Fiscaliza Roraima também pode ser feita por meio do site www.fiscalizarr.com.br, pelo aplicativo ou pelo telefone 98402-1735.

Texto: Vanessa Brito

Foto: Eduardo Andrade

SupCom ALE-RR