O auditório da Uerr (Universidade Estadual de Roraima) recebeu aproximadamente 200 pessoas na noite dessa sexta-feira (6) para prestigiar os alunos de teatro do Abrindo Caminhos, programa da Assembleia Legislativa, no espetáculo “Entre Correntes e Sonhos, Um Grito de Liberdade”.

A primeira apresentação ocorreu na última quarta-feira (4) para um público mais restrito, composto por autoridades e pais dos alunos. Nesta sexta-feira o evento foi voltado para familiares que não puderam ir ao primeiro dia, bem como o público em geral.

O escritor Aldenor Pimentel parabenizou a sensibilidade da equipe em abordar um tema tão relevante. “Toca num tema delicado que é a escravidão, mas também a contribuição que a população negra traz para a cultura brasileira. Importante trazer para o debate de uma forma brilhante através da arte”.

Na primeira fila, Amanda Gama não perdeu nenhum detalhe da apresentação desta noite. Em determinado momento, uma cena envolvendo um cadeado deu um susto nela.  “Me chamou a atenção a parte em que eles ficam presos com cadeados”.

Assim foi com a coordenadora pedagógica Ivoneide Monteiro, que atendeu a um convite da professora de teatro do Abrindo Caminhos, Kaline Barroso. “Um belíssimo trabalho, vimos a alegria no olhar das crianças, o envolvimento dos pais bem presentes, muito lindo o espetáculo”.

O espetáculo pode despertar a atenção de outros alunos em potencial, frisou a professora de teatro do Abrindo Caminhos, Kaline Barroso. “Temos alunos que entraram para o teatro após assistirem a primeira peça em 2017”. Ela explica que desta maneira, a instituição presta contas de todo os serviços do programa à comunidade.

Apresentação de Natal

A apresentação encerrou o ano de atividades para a turma. Mas, para fechar 2019 com chave de ouro, o próximo espetáculo será com um tema totalmente diferente, no dia 23 de dezembro, no Campo Rei Pelé, durante o Natal em Família, promovido pela Assembleia Legislativa.

Texto: Yasmin Guedes

Foto: SupCom ALE-RR