As medidas impostas para combater o covid-19, como o fechamento da fronteira entre Brasil e Venezuela, tem feito brasileiros enfrentarem dificuldades para sair do país vizinho. A Comissão de Relações Fronteiriças da Assembleia Legislativa está acompanhando e auxiliando estas pessoas a retornarem.

Nos últimos dias, 31 brasileiros foram repatriados da Venezuela, entre eles, três pessoas de Roraima, graças a uma articulação da comissão, que vem auxiliando na interlocução com o Ministério das Relações Exteriores e com a documentação necessária para saída do país vizinho.

“Diante da crise política que acomete a Venezuela, somado a pandemia, esta comissão recebeu inúmeras informações e solicitações, principalmente pelas redes sociais, de brasileiros que se encontram no país vizinho e não estão conseguindo retornar ao Brasil”, contextualizou a presidente da comissão, Yonny Pedroso (SD).

Dois dos roraimenses repatriados da Venezuela pelo governo brasileiro desembarcaram no último dia 20 em Boa Vista, em aeronave da Força Aérea do Uruguai. O primeiro grupo veio em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB). Estas pessoas estavam em cidades como Caracas, capital venezuelana, além de Valencia, San Juan de Los Morros e Araure, ao norte do país.

Atualmente a comissão possui uma lista de 28 pessoas que necessitam de ajuda para repatriação, sendo 27 da Venezuela, em cidades como Margarita, San Juan de Los Morros e Mérida. Há ainda um pedido de ajuda de uma pessoa no Suriname. As solicitações estão sendo encaminhados para o Ministério das Relações Exteriores, responsável pela repatriação de brasileiros afetados pela crise do coronavírus.

 “Os brasileiros relatam que estão sofrendo com a escassez de alimentos, energia, combustível, internet. Eles estão bem apreensivos e preocupados. Nossa grande dificuldade é que lá não tem mais a embaixada, o que dificulta o diálogo. Mas estamos fazendo de tudo, nessa conversação com funcionários do Itamaraty, para que a gente possa trazer esses brasileiros de volta o mais rápido possível”, explicou Yonny Pedroso.

Telefone para ajuda

Ao perceber a necessidade de abrir um canal de comunicação com estas pessoas, a comissão disponibilizou o telefone (+55 95) 99135-4409, para orientar as pessoas a distância sobre a documentação e preenchimento dos formulários para conseguirem voltar ao país. As pessoas podem ligar ou enviar mensagens por meio do WhastApp, a qualquer hora, todos os dias, inclusive finais de semana e feriados.

Os brasileiros que precisam solicitar a repatriação, devem preencher o formulário do Ministério das Relações Exteriores, no site
http://www.portalconsular.itamaraty.gov.br/

Se a pessoa não tiver conexão com a internet, o Itamaraty disponibiliza o número (+ 55 61) 98260-0767, para atender os casos referente aos países da América do Sul.

Texto: Vanessa Brito

Foto: Divulgação

SupCom ALE-RR