No fim da tarde desta quarta-feira (29), um grupo de dez deputados formalizou à Assembleia Legislativa, por meio de requerimento, a formação de um bloco parlamentar que, segundo eles, vai votar em conjunto matérias que entenderem ser de interesse do Estado de Roraima.

O grupo será liderado pelo deputado Coronel Chagas (PRTB) e terá como vice-líder Evangelista Siqueira (PT). Os demais membros são Betânia Almeida (PV), Dhiego Coelho (PTC), Neto Loureiro (PMB), Nilton Sindpol (Patri), Odilon Filho (Patri), Renato Silva (Republicanos), Yonny Pedroso (SD) e Jânio Xingu (PSB).

A primeira deliberação dos deputados, segundo o deputado Coronel Chagas, é votar sempre em bloco em todas as proposições que tramitam na Casa, visando garantir a aprovação de iniciativas que impactem diretamente na vida dos cidadãos de Roraima.

O adiantou que seu posicionamento político será independente, sem pré-determinação de fazer oposição direta ao Governo do Estado, com a única linha de votação voltada para o bem do povo de Roraima.

As discussões sobre a formação de um novo bloco parlamentar iniciaram na última sessão plenária, realizada de forma virtual na última terça-feira (28), na qual uma emenda parlamentar ao projeto que reconheceu o Estado de Calamidade Pública decretado pelo Governo de Roraima gerou uma discussão acirrada entre os deputados. O dispositivo em questão diminuiu para 90 dias o período que o Executivo terá para fazer contratações com dispensa de licitação e acabou sendo aprovado.

A formação de blocos parlamentares está prevista no Regimento Interno da Assembleia Legislativa, com a reunião de pelo menos três parlamentares, de modo que cada deputado participe de apenas um bloco. O intuito é reunir legisladores com posicionamentos afins para articulação e votação na Casa. A constituição do Bloco e as alterações nele serão comunicadas à Mesa da Assembleia, para formalização necessária.

SupCom ALE-RR