A deputada Lenir Rodrigues disse que “os parlamentares esperam propostas concretas para a infraestrutura da Amazônia, em face de um desenvolvimento que aguarda há anos”.

Deputados de todos os estados da Amazônia Legal participam nesta quinta-feira, 27, em Imperatriz, Maranhão, da XI Reunião do Parlamento Amazônico. Representando Roraima estarão os deputados estaduais Coronel Chagas (PRTB), Jorge Everton (PMDB), Gabriel Picanço (PRB), Lenir Rodrigues (PPS), Chico Mozart (PRP) e Naldo da Loteria (PSB).

Este ano, o tema em discussão do Parlamento é Meio Ambiente, Infraestrutura e o Custo da Educação na Região Amazônica. A deputada Lenir Rodrigues disse que “os parlamentares esperam propostas concretas para a infraestrutura da Amazônia, em face de um desenvolvimento que aguarda há anos”.

Sobre o custo da Educação na região, a deputada afirmou que os estados que compõem a Amazônia Legal têm o mesmo valor por aluno que o aplicado no Sul e Sudeste do país. “Isso é inconcebível porque nossa região é de difícil acesso, com especificidades e precisamos de mais apoio do Governo Federal”, ressaltou.

Lenir afirmou que após o evento que acontece anualmente, os deputados que compõem o Parlamento Amazônico se organizam em caravanas até Brasília para pressionar o Congresso Nacional e a Presidência da República para que as demandas apresentadas na Reunião sejam atendidas. “Nos unimos por uma causa comum”, disse.

Particularmente sobre Roraima, a deputada Lenir, que compõe o Conselho Fiscal do Parlamento Amazônico, junto com o deputado Jorge Everton, destacou que vai colocar em discussão o PAR (Plano de Ações Articuladas) do Governo Federal para a Educação. “Vivemos num mito de anos e anos de governos populares, mas que não construíram as escolas, em especial nas vicinais e nas comunidades indígenas”, disse.

Conforme Lenir, a maioria das escolas nas comunidades funciona em barracões, estruturas feitas pela própria comunidade. “Precisamos que o Governo Federal possa apoiar porque o Governo do Estado não tem condições de fazer todas essas estruturas e a população da Amazônia, especificamente em Roraima merece tanto quanto o restante do país”, concluiu.

Entre os deputados de Roraima, além de Lenir e Jorge Everton, também compõem a diretoria do Parlamento, o deputado Coronel Chagas, que é vice-presidente e Gabriel Picanço, tesoureiro.

 

Por Shirleide Vasconcelos

SupCom/ALE-RR