O Procon Assembleia disponibiliza a partir desta segunda-feira, 30, a pesquisa de preços sobre flores e arranjos comercializados no Dia de Finados, lembrado em 2 de novembro. Os técnicos do órgão visitaram quatro floriculturas em Boa Vista, nas proximidades dos principais cemitérios da Capital, onde verificaram os preços de itens como buquês, rosas individuais e de coroas grandes, médias e pequenas. Os preços variam entre 10 e 400 reais, dependendo do ítem escolhido.

A diretora do Procon, Eumária Aguiar, informou que esta não é uma pesquisa comparativa, mas ‘informativa’, para que os consumidores tomem conhecimento sobre os preços e os locais onde podem ser encontrados tais produtos. “Nós visitamos quatro floriculturas, onde verificamos preços bem diferentes, pois trouxemos exemplos de flores nacionais e importadas. Com estes dados, os consumidores poderão fazer um comparativo e adquirir os produtos de acordo com o orçamento”, explicou.

Para a pesquisa Clique Aqui foram escolhidos os seguintes itens para averiguação de preços: rosas, buquês e coroas de flores, entre rosas nacionais e importadas, flores do campo e margaridas.

Para quem deixar para última hora, pode contar com os comerciantes que montam estruturas em frente aos Cemitérios de Boa Vista. É o caso da comerciante, Euzanides Reis, 68, que trabalha com flores desde dos sete anos de idade, no Cemitério Nossa Senhora da Conceição, bairro São Vicente.

Ela explica que nesta época do ano o movimento e a renda aumentam em função do Dia de Finados. Euzanides comercializa flores e arranjos artificiais, porém explica que tem clientes fiéis há mais de vinte anos.

“Trabalho neste ramo há 50 anos, grande parte de tudo que eu vendo aqui, é produzido por mim. Minha organização para esta data começa em junho e a cada ano o movimento aumenta e com isso a produção também”, disse a empresária.

A pesquisa pode ser acessada no site da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), por meio do endereço eletrônico: https://al.rr.leg.br/.

Tarsira Rodrigues