Pular para o conteúdo

ABRINDO CAMINHOS – Espetáculo ‘Cantos de Trabalho’ emociona pais e familiares de alunos

Teatro lotado e o público de olhos atentos ao abrir das cortinas. Foi assim que aconteceu na noite desta quinta-feira (9), no Teatro Jaber Xaud, no Sesc Mecejana (Serviço Social do Comércio), durante a primeira noite de apresentação do grupo de teatro do programa Abrindo Caminhos com a peça ‘Cantos de Trabalho’. O próximo ato será na noite desta sexta-feira (10), a partir das 20h, com entrada gratuita.

Antes de subir ao palco, os últimos ajustes. Retoque na maquiagem, passar texto e cada um atento ao seu lugar e ao papel a desempenhar. O adolescente Leandro Inácio de Souza, de 17 anos, é um dos integrantes do grupo. Nos bastidores, confessou a ansiedade e o nervosismo para a primeira apresentação, ainda mais com os pais na plateia.

“Coração está a mil, muito nervoso, uma mistura de sentimentos que não como explicar”, disse o adolescente enquanto se arrumava no camarim. Confessou ainda que todos eles ensaiaram de forma intensa para que as duas noites de apresentação fossem perfeitas. “Mas estamos empenhados, queremos fazer bem feito e o esforço é de todos”, complementou.

Leandro disse ainda possuir vários sonhos e ser ator é um deles. Ficou feliz em integrar o curso de teatro do programa Abrindo Caminhos, dito por ele como uma oportunidade única. “O curso apareceu de graça e estou adorando tudo isso”, frisou.

Todos posicionados e é hora de o show começar. Acompanhados pelos músicos Ismael Mafra, Kastorijane Oliveira, Tamie Timóteo, Silvandro Barros, Gidecy Sabóia e Marinho da Luz, as mais de 100 crianças e adolescentes, com idade entre 7 e 17 anos, entraram interpretando cantigas populares, repassadas de geração em geração, principalmente as difundidas nas lavouras, carvoarias e entre os povos ribeirinhos do Brasil.

O enredo da peça retrata a história e o comportamento de pessoas no campo ou em trabalhos pesados, que usavam da música como instrumentos de fuga dos intensos trabalhos. Mostrou ainda o trabalho infantil e o amor coletivo de uns com os outros, além de retratar o sonho pela mudança de vida de milhares de brasileiros.

Depois de uma hora de apresentação, sob muitos aplausos e lágrimas de quem assistiu do início ao fim, foi o momento de celebrar junto a família.  Leandro, com ar de cansaço, mas com sorriso estampado no rosto, não escondeu a felicidade da primeira apresentação. “Ainda nem acredito que já passou, já acabou. Deu tudo certo e eu gostaria de agradecer a todos que vieram nos assistir”, contou o garoto.

Ao lado dos pais Maria José de Souza e José Nelson de Souza, agradeceu a confiança e o carinho da família e de todos os profissionais do Abrindo Caminhos. “Eles me apoiaram sempre, desde o início do teatro, mostrei pra ele que sou capaz e meus colegas também e todos estão super animados e acho que conseguimos agradar ao público”, frisou.

“Achei muito lindo porque era tudo que ele queria, participar do teatro e foi uma porta aberta pra ele. Então fiquei muito emocionada e muito feliz”, destacou a mãe, Maria José. Para o pai, José Nelson, a peça foi uma forma de ensinar os valores da cultura brasileira. “É um ensinamento para que eles não esqueçam a cultura do trabalho, da vida no campo ou de uma vida que a gente tem sempre que estar com ela, trabalhando junto e ajudando, dando apoio às pessoas”, frisou o pai. “Estou feliz, feliz com o teatro. O Abrindo Caminhos ajuda muitas crianças e acho que é um bom caminho para a próxima geração”, complementou.

Quem dirigiu o espetáculo falou do orgulho de ver o desenvolvimento de todos eles, um resultado positivo para quem faz parte do teatro do Abrindo Caminhos. “O desenvolvimento é incrível, incrível mesmo, de crianças que não falavam nada, não respondiam nem a chamada e hoje tudo mudou. De verdade, é um trabalho que me conquistou”, falou Kaline Barroso, professora do curso.

Sobre o espetáculo, o ‘Cantos de Trabalho’ serviu não só para ensinar aos integrantes sobre a cultura brasileira, mas também da importância do trabalho em grupo. “Como na oficina inteira a gente trabalha essa questão de respeito, de grupo, de o outro depender de você e você depender do outro, você não está sozinho no palco, você é um grupo e como grupo devem caminhar juntos. Esse ‘Canto de Trabalho serviu para isso, cantar e fazer tudo junto”, destacou a professora.

Revelou ainda que os alunos estão ansiosos para a próxima apresentação, a acontecer em dezembro. “Ensaiamos bastante, mas ainda tem o outro espetáculo no final do ano que será o espetáculo de natal”, frisou.

Yasmin Guedes

SupCom ALERR

Em: 10.11.2017

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0