Ao que tudo indica, em breve o IPER (Instituto de Previdência do Estado de Roraima) poderá investir em outro fundo público. É que os deputados aprovaram em primeiro turno a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que autoriza a diversificação de investimento do Instituto. A proposta segue agora para votação em segundo turno.

“Hoje o IPER pode investir em fundos públicos e privados, mas o investimento tem sido na Caixa Econômica Federal. Por conta dessa dificuldade de diversificar o investimento para o Banco do Brasil é que aprovamos essa PEC, que vai possibilitar ao IPER diversificar seu investimento em fundos dentro da Caixa Econômica e no Banco do Brasil. Esse é o nosso objetivo”, explicou o deputado Soldado Sampaio (PCdoB), que relatou a PEC e que preside também a Comissão de Defesa Social, Segurança Pública e Sistema Previdenciário da Assembleia Legislativa do Estado de Roraima (ALERR).

Conforme explicou, a lei vigente permite investir somente nos fundos da Caixa Econômica. “Quero deixar claro aos servidores que qualquer diversificação de investimento fora dos bancos públicos, terá que passar pelo aval da Assembleia e ainda é preciso ter a aprovação de dois terços dos deputados. Quero garantir aos servidores do Estado que essa PEC veio para dar mais transparência e garantia aos recursos do IPER”, assegurou Soldado Sampaio.

O parlamentar entende que a previdência é um assunto que merece ser tratada com transparência e respeito, pois se trata do suor do servidor, que por ocasião da aposentadoria espera desfrutar desses recursos. “Estamos atentos e acompanhando. Como presidente da Comissão da Previdência da Casa trato esse assunto com zelo, dando a atenção possível, por ser um recurso proveniente da contribuição dos servidores do Estado. Estamos vigilantes”, afirmou.

Marilena Freitas