A Assembleia Legislativa de Roraima fez a entrega da comenda Orgulho de Roraima ao Conselho Regional de Medicina de Roraima (CRM-RR) e a quase 100 profissionais que compõem a classe médica atuante em Roraima. A solenidade aconteceu no plenário Noêmia Bastos Amazonas, nesta quinta-feira, 14.

Entre os homenageados esteve o cardiologista Marcelo Nakashima, médico formado pela Universidade Federal de Roraima (UFRR) desde 2001. Ele participou da primeira angioplastia com stent (inserção de um tubo minúsculo e expansível que ajuda a reduzir o bloqueio da artéria), bem como realizou, desde 2010, mais de 1,6 mil cateterismos.

“Um dia bem especial para nós, para nossa carreira. Fico muito feliz com essa homenagem. Essa comenda foi uma surpresa e é um marco importante na nossa profissão”, disse Nakashima em agradecimento ao presidente da Assembleia, deputado Jalser Renier (SD). Segundo ele, esse tipo de reconhecimento mostra que os médicos estão no caminho certo e os motiva a buscar mais atualizações, mais conhecimentos em prol do melhor atendimento ao paciente.

Exercendo a profissão de ginecologista e obstetra desde a década de 80, quando Roraima era Território do Amazonas, a médica Eugênia Moura se disse orgulhosa pela comenda. Ela atuou como secretária de Saúde, trabalhou na Maternidade Nossa Senhora de Nazaré e ajudou a implantar políticas de Saúde para pacientes com câncer e as mulheres. “Essa homenagem reconhece também que não é em vão a nossa luta e o nosso trabalho”, disse ela.

Para a presidente do Conselho Regional de Roraima (CRM-RR), Blenda Garcia, autarquia homenageada pelo Poder Legislativo, é um privilégio ter a atuação da instituição reconhecida pela Assembleia. “Nós sabemos que o Conselho é uma entidade muito importante na luta da Saúde, para as melhores condições de trabalho dos profissionais médicos, e todo que labutam na Saúde”, frisou.

Mesmo diante das dificuldades enfrentadas pela classe em Roraima, disse que os médicos ‘matam um leão por dia’ e que há necessidades de condições físicas e insumos para realização do trabalho. “Não adianta ser um bom médico, um bom técnico, mas se você não tem condições físicas e insumos para que se realize um bom trabalho, o andamento, infelizmente, recai sobre a pessoa que mais está necessitando naquele momento, que são os pacientes”, complementou Blenda.

Durante a solenidade, deputados aproveitaram para externar sentimentos de gratidão e respeito aos profissionais que se deslocaram até o plenário para receber a comenda. Os parlamentares Chico Mozart (PRP), Angela Águida Portella (PSC), Masamy Eda (PMDB), Aurelina Medeiros (PODE), Flamarion Portela (PDT), Mecias de Jesus (PRB), Jorge Everton (PMDB), Brito Bezerra (PP), George Melo (PSDC) e Gabriel Picanço (PRB), usaram os microfones para elevar a importância de cada profissional para a sociedade.

Conforme o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jalser Renier, muitos profissionais enfrentam as dificuldades da Saúde pública e fazem com que a medicina avance. “Esse ato que nós fizemos aqui foi de reconhecimento a esses profissionais. Isso faz com que nós tenhamos uma reflexão para saber, realmente, a realidade desses profissionais que no dia a dia salvam vidas e modificam a vida dessas pessoas”, salientou.

Por Yasmin Guedes

SupCom/ALE-RR