“Enriqueceu nosso conhecimento. Transferimos conhecimento e absorvemos conhecimento com o apoio do Poder Legislativo”. A avaliação é do aposentado Airton Carvalho, 80 anos, e aluno do Programa Idade Ativa – Universidade Aberta à Terceira Idade, da Universidade Estadual de Roraima, que foi lançado em março deste ano em cumprimento em uma lei estadual aprovada em 2009, de autoria do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jalser Renier (SD).

Para Airton, cada uma das 30 pessoas que frequentam as aulas semanais, todas com idade superior a 50 anos, se transformou em um multiplicador de conhecimento sobre as mais variadas temáticas, constantes nos cinco módulos oferecidos gratuitamente pela instituição de ensino superior por meio do Núcleo de Acessibilidade e Inclusão. “Nós transferimos o conhecimento para quem não teve oportunidade de estar aqui em sala de aula, principalmente os de baixa renda, que não têm condições de sair de suas casas aos sábados para chegar aqui”, disse.

Neste sábado, dia 16, o grupo mais uma vez se reuniu, dessa vez para uma confraternização de final de ano e avaliação desse primeiro ano de atividades com a presença de professores, pró-reitores e do reitor da UERR, Régis Freitas, que ouviu, acompanhado pelo presidente da Assembleia, a percepção de todos os alunos sobre os módulos ofertados nesse período. As aulas retornam no mês de fevereiro.

“É uma satisfação finalizar esse ciclo com tanto sucesso, cumprindo esse papel da Universidade, que se chama transversalidade. Agradeço ao deputado Jalser, porque assim que assumi a reitoria nos solicitou o cumprimento dessa lei estadual que possibilita esse programa. Todos nós conhecemos sua história de apoio a projetos que envolvam a Educação, e agora também o ensino superior. Espero que esses alunos do (programa) Idade Ativa voltem para cursar também uma graduação ou pós-graduação”, disse.

O presidente da Assembleia, Jalser Renier, disse considerar o programa um marco na sua carreira política. “Ouvir pessoas como o seu Airton hoje, relatando seus avanços, ver essas pessoas em plena produção, me deixou muito feliz, realizado”, analisou. Para o próximo ano, adiantou o parlamentar, pretende manter a parceria com a UERR para possibilitar que a turma da melhor idade tenha acessos a cursos de inglês, espanhol e informática, por meio da Escola do Legislativo.

Por Élissan Paula Rodrigues

SupCom/ALE-RR