Fotos: SupCom ALERR

Dificuldade é uma palavra que Maria Gomes de Melo, 57 anos, não conhece. Ela é uma das mais de 200 pessoas que participou do 4º Sabadão Concurseiro, promovido pela Escola do Legislativo – Unidade Silvio Botelho, realizado neste sábado, 12. Ela conta que veio de carona do bairro Centenário, zona Oeste de Boa Vista para assistir as aulas.

“Trabalhava na área de serviços gerais e quando era jovem não tive oportunidade de estudar. De imediato quando soube dessas aulas gratuitas oferecidas por esta Escola da Assembleia Legislativa, corri para me inscrever. Quando estamos estudando nossos conhecimentos melhoram e espero ter a oportunidade de passar em um concurso público”, contou concurseira.

Nesta 4º edição as aulas estavam focadas na resolução de questões no que tange as disciplinas de Raciocínio Lógico, Direito Tributário e Direito Constitucional. As aulas foram ministradas na sede da Unidade Silvio Botelho, localizada na rua Sólon Rodrigues pessoa, 1.313, no bairro de mesmo nome, e tiveram inicio as 15h e terminara às 18h.

Jô Oliveira, 36 anos, é uma aluna assídua do Sabadão e se inscreveu para o concurso da Assembleia Legislativa. Ela afirma que aulas são dinâmicas e produtivas, pois os professores transmitem os conhecimentos de forma prática e simples. “Tenho dificuldade em Raciocínio Lógico, mas com a forma que o assunto é repassado vou tirando dúvidas, aprendendo, com muito esforço e dedicação, para obter um resultado positivo na hora da prova”, contou.

O professor Abel Mangabeira tranquiliza Jô quanto a dificuldade que ela possui em Raciocínio Lógico, ele explica que não se trata de um ‘bicho de sete cabeças’. “Ele é encarado com muito medo e trauma por algumas pessoas pela dificuldade em matemática desde a infância, porém quando aplicado em provas, não tem mistério, é apenas a execução de técnicas. O que eu faço é ensinar essas estratégias para que eles identifiquem como usar cada uma, e na hora da prova o concurseiro ‘brinca’”, tranquilizou.

Outra disciplina que deixa os estudantes apreensivos é o Direito Tributário, mas o professor Lausson Magalhães explica que não tem o que temer quanto ao conteúdo. “É uma disciplina que eles se empenham bastante e hoje trabalhamos questões especificas para os editais que estão em aberto. O Direito Tributário é simples porque usamos exemplos do dia a dia, os tributos estão na nossa rotina e é com isso que eu busco trabalhar para que os alunos aprendam com clareza”, defendeu.

A coordenadora da Unidade Silvio Botelho, Cristina Mello, reforça que as aulas aos sábados são de grande valia para aquelas pessoas que não possuem tempo durante a semana. “A proposta deste sábado foi trabalhar os exercícios relacionadas a essas disciplinas. Os alunos estão participando cada vez mais e a cada edição do Sabadão temos recebidos concurseiros de vários bairros da cidade”, destacou.

 

Tarsira Rodrigues

SupCom ALERR