Programa da Assembleia Legislativa cobra a qualidade dos serviços oferecidos à comunidade

 

Há vários dias José Campos, morador do bairro Pintolândia, na zona Oeste de Boa Vista, tenta marcar uma consulta odontológica. Indignado com o atendimento na Unidade Básica de Saúde Lupércio Ferreira Lima, ele conta que chegou ao local às 5h, mas duas horas depois foi comunicado sobre a não disponibilidade de atendimento naquele dia.

Denúncias como esta levaram a equipe do programa Fiscaliza Roraima, programa da Assembleia Legislativa, a verificar as condições do atendimento nos postos de saúde em Boa Vista, em um trabalho conjunto com a Comissão Temporária Especial da Câmara de Vereadores.

“A gente gostaria que tivesse um mural dizendo que não tem médico, não tem dentista, para que a gente não fique até as 7h pra ouvir um ‘bom dia’ e ‘que não tem médico’”, denunciou o usuário, enquanto a equipe realizava a inspeção.

No bairro Laura Moreira, também na zona Oeste, o funcionário público Marcel Teixeira reclama da ausência de uma UBS no conjunto onde mora, o Cruviana. Ele e a família se deslocam até a Unidade Jorge André Gurjão para garantir consulta e remédio. “Toda vez que a gente precisa de atendimento, a gente precisa se deslocar pra cá”.

Estas e outras denúncias foram coletadas pela equipe do Fiscaliza Roraima, programa da Assembleia Legislativa de Roraima, durante fiscalização. Além dos cidadãos, os técnicos averiguaram disponibilidade de atendimento médico, condições estruturais e de abastecimento.

Segundo o superintendente do Fiscaliza Roraima, George Melo, os trabalhos iniciados na tarde de quarta-feira (24) seguirão nos próximos dias. “Temos uma parceria entre os legislativos [estadual e municipal] e ontem nós acompanhamos os vereadores nas visitas aos postos. Essas visitas têm a finalidade de apurar uma grande demanda de reclamações da população que chegaram à Câmara e nós fomos convidados a acompanhar”.

Os dados coletados serão transformados em um relatório para ser apresentado à Superintendência Geral da Assembleia Legislativa e à Comissão dos vereadores. “Iremos em outros postos e continuaremos os trabalhos nas áreas de Saúde”.

O Fiscaliza Roraima funciona na rua Agnelo Bittencourt, nº 232, 2º andar, no Centro de Boa Vista. Sugestões e/ou reclamações podem ser feitas no local ou pelos telefones 98402-1735, 4009-4835, ou ainda pelo sitefiscalizar.com.br.

Texto: Yasmin Guedes

Foto: Eduardo Andrade

SupCom ALE-RR