Pular para o conteúdo

AUDIÊNCIA PÚBLICA Participantes afirmam que unir forças é o caminho para desenvolver Cidade Santa Cecília

A aproximadamente 10 quilômetros do Centro de Boa Vista, a Cidade Santa Cecília, distrito do município do Cantá, pode se tornar uma microrregião de interesse comum. Esta é a proposta do projeto de lei apresentado pelo deputado Renato Silva (PRB), que pretende promover o desenvolvimento da região por meio de investimentos conjuntos entre as prefeituras de ambos os municípios.

Como parte das discussões em torno do projeto, foi realizada nesta quinta-feira (6) uma audiência pública. O projeto de lei que tramita na Assembleia Legislativa prevê que aplicação de recursos direcionados à Mobilidade, Segurança, Saneamento, Habitação, entre outros pontos constantes no Orçamento de Cantá e Boa Vista.

O deputado Renato Silva disse que contratou uma empresa para realizar levantamentos como quantitativo de moradores, residências e as necessidades da população. “Contratei a Inope [Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística], que me doou esta pesquisa para o projeto. A pesquisa apresenta o clamor da população sobre a falta de asfalto, de transporte público, posto de saúde, de energia, saneamento básico, coleta de lixo, iluminação e segurança pública”, apresentou durante o discurso.

Para a vice-presidente da Associação dos Moradores da região, Vânia Coelho, embora o lugar seja “maravilhoso de se viver”, apresenta problemas graves de infraestrutura. “Temos uma única rua asfaltada. Temos um único carro de coletor de lixo. Quando ele quebra a gente fica até um mês sem coleta de lixo e coleta de lixo é problema de saúde pública”, pontuou.

União de forças

Para Renato Silva, é preciso que haja um entendimento entre as duas prefeituras. “Quero destacar que as prefeituras atuarão em conjunto e a cidade continuará do Cantá. O projeto vai beneficiar a população que mora lá e quem sai daqui para trabalhar lá”.

Segundo Renato Silva, a estimativa é que até o começo de 2020, mais de duas mil famílias estejam naquela região. Cerca de 30% das que já vivem no Distrito Santa Cecília não possuem transporte. “Os moradores daquele distrito estão sofrendo com isso. Lá não tem transporte urbano, como uma doméstica que mora aqui no Caranã vai se deslocar até o Santa Cecília se não tem transporte público?”.

Para a audiência pública foram convidados moradores da Cidade Santa Cecília, secretários estaduais e municipais de planejamento, prefeituras de Cantá e Boa Vista, vereadores das duas cidades, Tribunal de Justiça, Ministério Público de Contas e do Centro Universitário Estácio da Amazônia. Acompanharam ainda os deputados Renan Filho (PRB), Coronel Chagas (PRTB), Betânia Almeida (PV), Odilon Filho (Patri) e Catarina Guerra (SD).

Texto: Yasmin Guedes

Foto: Eduardo Andrade

SupCom ALE-RR

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0