Na primeira edição do programa Assembleia ao Seu Alcance, durante a feira Roraima Agroshow, a população teve uma mostra dos programas e ações desenvolvidas pela Assembleia Legislativa em prol da educação, proteção e garantias de direitos. O evento foi realizado de 4 a 7 de setembro no Parque de Exposições Dandãenzinho,

A população pôde acompanhar o processo legislativo, na quinta-feira (5), durante a reunião da Comissão Especial Externa para análise de alterações na Lei de Terras do Estado, projeto de autoria do Poder Executivo que irá para votação pelo plenário na Assembleia Legislativa de Roraima.

A Escola do Legislativo levou cerca de 700 alunos de cursos variados com apresentações diárias em Libras (Linguagem Brasileira de Sinais), Língua Portuguesa, Técnicas de Hotelaria, Grafite, Espanhol, Informática, com a revista eletrônica Mente Aberta, além de sessões de cinema pelo programa Cine Ale Cidadania.

Na avaliação da diretora da Escola do Legislativo, Cristina Mello, houve interesse por parte da população por inscrições nos cursos oferecidos pela instituição diante das exposições. “Eu tenho certeza que a Escola do Legislativo está cumprindo com o seu papel.”

As crianças e adolescentes do programa Abrindo Caminhos também marcaram presença. Cerca de 200 alunos visitaram o parque de exposições para conhecerem de perto animais que, conforme a diretora Viviane Lima, eram novidade para muitos deles. “Foram dois dias de muita emoção para eles, muitas coisas eles não conheciam”.

Houve ainda apresentações da quadrilha Xameguinho, de Ginástica Rítmica, Jazz e Balé. “Alguns pais vieram prestigiar, ver o resultado que os professores aplicam e eles estão ali se esforçando para aprender”, pontuou Viviane. No estande, foram disponibilizados materiais informativos e uma cartilha de atividades lúdicas para crianças pintarem e aprenderem mais sobre o programa Abrindo Caminhos.

A assessora do Centro de Apoio aos Municípios (CAM), Ana Célia Paz, contou ainda sobre a realização de palestras para esclarecer aos participantes o papel da instituição dentro da Assembleia Legislativa. “Oferecemos os serviços de apoio técnico especializado do CAM e o fortalecimento dos municípios, dos prefeitos, dos vereadores e as câmaras municipais. A participação da população foi bem dinâmica e produtiva”.

Além de promover palestras sobre os direitos e deveres do consumidor e fornecedor, o Procon Assembleia recebeu demandas da população. “Quem passou por aqui registrou sua reclamação e a partir da semana que vem o Procon Assembleia estará entrando em contato e levando todas as informações e marcando as audiências para as conciliações”, disse o diretor do serviço, Jhonatan Rodrigues.

A Procuradoria Especial da Mulher esteve presente com os núcleos de Promoção, Prevenção e Atendimento às Vítimas de Tráfico de Pessoas, Reflexivo Reconstruir, Chame (Centro Humanitário de Apoio à Mulher) e de Mulheres na Política. A coordenadora do Chame, Elizabete Brito, frisou que nestes dias o programa colocou a disposição do público os mesmos atendimentos feitos na sede, localizada na rua Coronel Pinto, 524, no Centro. “Trouxemos a equipe com psicólogas, assistentes sociais e advogadas para nos aproximarmos mais da população e realizar atendimentos, se necessário”.

Enquanto uma equipe do Fiscaliza Roraima prestava informações a respeito do programa no estande do Assembleia ao Seu Alcance, outra circulava no parque de exposições com a entrega de folhetos aos frequentadores do local com contato para denúncias e reclamações. “O programas cumpriu o objetivo de informar, principalmente aos ruralistas e empregados do agronegócio, que pela distância da Capital, podem não ter acesso à informação de que temos um órgão que fiscaliza os atos do Poder Público”.

Texto: Yasmin Guedes

Foto: Alex Paiva e Eduardo Andrade

SupCom ALE-RR