Para facilitar a relação entre o Procon Assembleia e a população, o órgão de defesa do consumidor da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) criou duas novas ferramentas para intensificar os trabalhos em 2020: o Procon Responde e o Pró Consumidor.

Por meio de um mapeamento nos centros comerciais de Boa Vista, o Procon Responde levará os serviços da instituição para perto da população, com esclarecimentos das dúvidas mais recorrentes. Os primeiros atendimentos do Procon Responde serão realizados de 10 a 12 de fevereiro, nos centros comerciais das avenidas Jaime Brasil, Ataíde Teive e Pintolândia.

De acordo com o diretor do Procon Assembleia, Jhonatan Rodrigues, serão realizadas blitze educativas para esclarecer os questionamentos da população. “Faremos o mapeamento de todas as zonas comerciais da cidade e veremos onde estão as maiores demandas, seja questão de telefonia, água, energia”.

Já o Pró Consumidor funcionará por meio de um sistema virtual, disponibilizado pelo Governo Federal aos Estados, para que o público tenha acesso ao andamento das suas demandas. “Será um acervo global de reclamações consumeristas, onde os consumidores de todo o país poderão verificar como estão suas demandas e, o Procon Assembleia, não ficará de fora”, destacou Jhonatan.

A implantação do serviço está prevista para a segunda quinzena de fevereiro. O diretor do Procon Assembleia enfatiza que os colaboradores passarão por uma capacitação para operarem o sistema. “Os representantes da Secretaria Nacional do Consumidor virão ao Procon Assembleia, para fazer a implantação desse sistema junto aos nossos colaboradores”.

Atendimentos

Para solucionar a questão da fatura de uma conta de água, o carreteiro Gilvan Farias, de 62 anos, procurou os serviços do órgão de defesa do consumidor nesta quinta-feira (23). Segundo ele, o valor cobrado pelo consumo de água não corresponde ao que de fato ele usou.

“O mês passado tive que me deslocar até a Caer para fazer a reclamação. O valor cobrado era mais de R$ 100 e reduziram para R$ 66,98. Esse mês veio outra fatura de R$ 115 sendo que no bairro onde moro, falta água constantemente. Sou caminhoneiro e ficava mais na Venezuela que aqui, então, como vou consumir esse tanto de água se nem em casa estou?”, questionou.

Problemas como de Gilvan estão sendo mediados pelo Procon Assembleia. Mais de 100 atendimentos já foram efetuados neste ano. Para 2020 a proposta é que os serviços sejam ampliados aos comerciantes e consumidores, além de levar palestras educativas para as escolas e outras instituições.

O Procon Assembleia funciona das 8h às 18h, na rua Agnelo Bittencourt, 232, Centro. Qualquer dúvida ou reclamação o consumidor pode ir na instituição, ou entrar em contato pelo telefone 4009-4826.

Texto: Jéssica Sampaio

Foto: Alfredo Maia

SupCom ALE-RR